O tabagismo é a principal causa de morte evitável no planeta, segundo o Ministério da Saúde, e foi responsável pelo fim da vida de 200 mil brasileiros em 2002. No ano seguinte, em todo o mundo, 4,9 milhões de fumantes morreram devido ao cigarro.
Em 2030, caso os números de fumantes não diminuam no planeta, é estimado que cerca de 10 milhões de pessoas morram. O potencial de mortalidade associado ao tabagismo é atribuído à ação de 4.700 substâncias nocivas encontradas na fumaça do tabaco, como o alcatrão, o monóxido de carbono e a nicotina.
Consumir derivados do tabaco pode provocar quase 100 tipos de doenças diferentes, com destaque para as vasculares e coronarianas, além do câncer de pulmão.
O cigarro afeta não só os fumantes, mas os que convivem com quem fuma porque inalam passivamente a fumaça do cigarro. Em todo o mundo são feitas ações por parte dos governos e ONGs, com objetivo de conscientizar a população. Dia 29 de agosto é o Dia Nacional do Combate ao Fumo. Em 31 de maio, todo o mundo comemora o Dia Mundial sem Tabaco.

Imprimir
Comentários