O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) será adiado “de 30 a 60 dias em relação ao que foi previsto nos editais”. É o que afirma a nota do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e do Ministério da Educação (MEC). 

A decisão ocorre depois de o governo enfrentar uma crise de questionamentos judiciais e bombardeamento de campanhas nas redes sociais. 

O Senado também havia aprovado, nessa terça-feira (19), um projeto de lei que adia a aplicação do exame de demais processos seletivos de acesso à educação superior, como vestibulares, devido à pandemia do novo coronavírus. O texto seguiria agora para votação no plenário da Câmara dos Deputados.

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), sinalizou que o texto deve ser votado mesmo após o anúncio do Inep. Isso porque ele já teria sinalizado falta de confiança no ministro da Educação, Abraham Weintraub. Maia também sinalizou que está esperando um posicionamento do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Na manhã desta quarta-feira (20), Weintraub já tinha sinalizado o adiamento pelo Twitter. “Diante dos recentes acontecimentos no Congresso e conversando com líderes do centro, sugiro que o Enem seja adiado de 30 a 60 dias. Peço que escutem os mais de 4 milhões de estudantes já inscritos para a escolha da nova data de aplicação do exame”, postou.


Veja nota na íntegra:
“NOTA OFICIAL | Adiamento do Enem 2020

Atento às demandas da sociedade e às manifestações do Poder Legislativo em função do impacto da pandemia do coronavírus no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e o Ministério da Educação (MEC) decidiram pelo adiamento da aplicação dos exames nas versões impressa e digital. As datas serão adiadas de 30 a 60 dias em relação ao que foi previsto nos editais.Para tanto, o Inep promoverá uma enquete direcionada aos inscritos do Enem 2020, a ser realizada em junho, por meio da Página do Participante. As inscrições para o exame seguem abertas até as 23h59 desta sexta-feira, 22 de maio.”

Imprimir
Comentários