O dia 21 de setembro marca a chegada da primavera, no hemisfério sul, estação em que a natureza parece recuperar toda a vida que estava adormecida pelos dias frios de inverno.
No Brasil, há 30 anos, formalizou-se a comemoração do dia 21 de setembro como o Dia da Árvore, sendo o dia que marca um novo ciclo para o meio ambiente.
A árvore é um dos principais símbolos da natureza, é sinônimo de vida. Os benefícios de uma árvore são vitais, desde a sombra aconchegante, até a folha de papel. Entretanto, assiste-se a uma triste realidade, com devastação, queimadas, tráfego ilegal de lenha e total desmatamento em muitas regiões do país, dentre outros problemas e crimes contra o meio ambiente.
No aspecto econômico, a árvore também traz vantagens, com os valiosos produtos dela obtidos, como: madeira para as construções e o mobiliário, celulose para o papel, carvão para as caldeiras, substâncias medicinais, óleos, resinas, gomas, essências, mel, frutos, flores e muitos outros.
Do aspecto ecológico, uma árvore propicia a proteção dos solos, rios, nascentes; a preservação da vida silvestre; a manutenção da qualidade de vida e muito mais.
Fica aqui o alerta para a conscientização de cada um, pois, para uma árvore existir e para que permita esses inúmeros benefícios, depende de cada um de nós. Ações em todo o país são feitas nesta data, mas o dia da árvore não é apenas 21 de setembro, deve ser todos os dias.
Plante uma árvore, cultive um jardim e contribua com um meio ambiente melhor!
7 bilhões de árvores
O Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA) lançou a iniciativa mundial para o plantio de árvores Plantemos para o Planeta: Campanha 7 Bilhões de Árvores. Pessoas, comunidades, empresas e indústrias, organizações de sociedade civil e governos são encorajados a fazer um compromisso de participação on-line, a fim de plantar, ao menos, 7 bilhões de árvores em todo o mundo até o fim de 2009. A campanha encoraja o plantio de árvores nativas e árvores que são apropriadas para o meio ambiente local.
A ideia da Campanha 7 Bilhões de Árvores foi criada pela Professora Wangari Maathai, Prêmio Nobel da Paz em 2004 e fundadora do Movimento Cinturão Verde do Quênia, que plantou mais de 30 milhões de árvores em 12 países africanos desde 1977. Quando um grupo empresarial dos Estados Unidos disse à Professora Maathai que estava planejando plantar um milhão de árvores, sua resposta foi: ?isso é ótimo, mas o que nós realmente precisamos é plantar um bilhão de árvores?.
No início a Campanha visava o plantio de 1 bilhão de árvores, mas aumentou o número de árvores plantadas para 2 bilhões em apenas 18 meses, dobrando assim seu objetivo original. Hoje a meta é o plantio de 7 bilhões de árvores.

print
Comentários