As duas principais lutas da última rodada da Série A do Campeonato Brasileiro, que terá todos os jogos disputados às 16h deste domingo (8), acontecem na parte de baixo da tabela de classificação. E uma delas tem relação direta com a outra.

O título está assegurado pelo Flamengo há duas semanas. Palmeiras, Santos, Grêmio e São Paulo têm as vagas diretas à fase de grupos da Libertadores, com Corinthians e Internacional disputando a fase preliminar do torneio.

Serie A

Fortaleza, Goiás, Bahia, Vasco e Atlético estão na Copa Sul-Americana. CSA, Chapecoense e Avaí rebaixados à Série B.

Com este cenário, falta decidir um clube que disputará a Copa Sul-Americana em 2020 e o quarto rebaixado à Segunda Divisão. E nessas duas brigas o jogo que aparece como destaque é entre Botafogo e Ceará, no Engenhão, no Rio de Janeiro.

O alvinegro carioca está na 15ª colocação, a primeira fora do grupo que vai à Sul-Americana, com um ponto a menos que o Fluminense, que enfrenta o Corinthians, na Arena Corinthians, em São Paulo.

Como tem mais vitórias que o Fluminense (13 a 11), o Botafogo pode garantir a vaga até com um empate, desde que o Tricolor perca em Itaquera. A outra possibilidade de chegar ao 14º lugar é vencendo o Vozão, pois assim o time das Laranjeiras só permanecerá à sua frente ganhando do Timão.

Rebaixamento

E essa vitória botafoguense é tudo o que o Cruzeiro espera para levar a melhor na outra batalha importante desta última rodada do Campeonato Brasileiro, que é contra o rebaixamento. A Raposa briga com o Ceará para escapar da 17ª colocação, mas isso só será possível se vencer o Palmeiras, no Mineirão, e contar com derrota dos cearenses no Rio de Janeiro.

Qualquer outro resultado mantém os cearenses na 17ª posição e decreta o primeiro rebaixamento da história cruzeirense.

Recorde

A última rodada pode terminar ainda com o melhor vice-campeão dos pontos corridos numa competição com 20 clubes, que acontece desde 2006.
Palmeiras, vice-líder, e Santos, terceiro colocado, somam 71 pontos. Os melhores vices nas últimas 13 edições foram Grêmio (2008), Atlético (2012) e Flamengo (2018), todos com 72.

Se o Palmeiras vencer o Cruzeiro, em Belo Horizonte, ou o Santos o Flamengo, na Vila Belmiro, a marca alcançada será de 74 pontos. E a Série A do Campeonato Brasileiro terá o melhor vice-campeão da história do torneio por pontos corridos com 20 clubes.
É bom destacar que o Flamengo já decretou um recorde, pois é a primeira vez, desde 2006, que um clube atinge a marca dos 90 pontos no Brasileirão.

Premiação

Há ainda uma luta por posições que pode decretar mais dinheiro no cofre, pois 30% do dinheiro da TV este ano será de acordo com a colocação final dos clubes. Neste aspecto, quem pode lucrar mais é o Vasco.

Atualmente na 13ª posição, e recebendo R$ 13,7 milhões de premiação, se vencer a Chapecoense, no Maracanã, pode subir até três colocação, chegar ao décimo lugar, e colocar no cofre R$ 18,15 milhões.

Sim, uma vitória sobre a Chape pode render ao clube de São Januário quase R$ 4,5 milhões a mais de premiação na Série A.
Atlético e Bahia, 12º e 11º colocados, respectivamente, podem ganhar duas posições. Isso significaria aumentar em cerca de R$ 4 milhões suas respectivas premiações.

Neste tipo de situação, ninguém pode lucrar tanto com uma subida de posição como o Cruzeiro. Os quatro rebaixados não levarão nada desta divisão do dinheiro da TV por posição final. Mas se a Raposa deixar a 17ª colocação e chegar à 16ª, irá receber R$ 11 milhões.

É a menor cota entre os 16 clubes que permanecerão na Série A, mas é sem dúvida melhor que não levar nada e, mais ainda, que sofrer o primeiro rebaixamento da sua história.

Arte: Hoje em Dia
Imprimir

Fonte:

Hoje em Dia