O 5° Pelotão do Corpo de Bombeiros de Formiga passa a ter um importante aliado nas operações militares. Juntamente com o 8º Batalhão de Uberaba, o 10º Batalhão de Divinópolis e o Batalhão de Emergências Ambientais e Resposta a Desastres do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG) o 5º Pelotão BM contará com uma aeronave remotamente pilotada – RPA (RemotelyPilotedAircraft), popularmente conhecida como drone no uso recreativo.

De acordo com o Cobom, as RPAsforam de suma importância no gerenciamento das operações “Brumadinho” e “Moçambique”, sendo que no uso diário do Corpo de Bombeiros possuem uma gama de aplicações tais como: monitoramento de incêndios florestais e urbanos, dimensionamento de cena nas operações de salvamento, busca de pessoas perdidas em matas, ocorrências com produtos perigosos, entre outras, proporcionando maior segurança, assertividade, controle e cobertura destas operações.

Entre os dias 26 e 30 de agosto o Batalhão de Operações Aéreas de Belo Horizonte realizou o primeiro curso de pilotos de RPA. De acordo com o Cobom, o curso ocorreu em regime presencial com carga horária de 40 horas distribuídas em modalidades teóricas e práticas abordando assuntos como: legislação aeronáutica brasileira, conhecimentos técnicos sobre RPA, segurança de voo, uso de RPA em operações do Corpo de Bombeiros, teoria e prática de voo, entre outros assuntos

Imprimir
Comentários