Redação Últimas Notícias

A Polícia Militar Rodoviária Grupamento de Formiga tem intensificado na região Operações Itinerantes da Lei Seca, em vigor no Brasil desde 19 de junho de 2008.

No mês passado, nas diversas ações policiais realizadas nas rodovias da região, de acordo com dados divulgados pela Polícia Rodoviária, 16 motoristas foram flagrados conduzindo seus veículos sob influência de álcool, sendo que 14 deles foram presos e outros dois não atingiram o limite no bafômetro para cometer crime de trânsito, sendo apenas multados.  Somadas, as autuações chegaram a R$46.955,20.

A idade dos infratores varia entre 19 e 60 anos.  

A multa para quem dirige sob influência de álcool é de R$ 2.934,70. Sendo ainda previstas a perda de sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH), a suspensão do direito de dirigir por 12 meses, ficando o condutor sujeito a responder na Justiça pelo Crime de Trânsito.

No mês passado, a ocorrência em que o motorista apresentou o maior índice de álcool por litro de ar expelido pelos pulmões ao ser submetido ao teste do bafômetro, ocorreu na altura do km 475 da BR-354, em Arcos, no dia 28, com resultado 23 vezes acima do permitido. O condutor, de 36 anos, não possui Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Do total de motoristas autuados por embriaguez ao volante, outros cinco também não estavam habilitados para dirigir.  

Além do crime de dirigir embriagados, alguns desses condutores ainda cometeram outras irregularidades (como a falta de CNH, por exemplo), fazendo com que nesses 16 casos, o recolhimento em infrações se aproximasse de R$60 mil.

As ações da Polícia Rodoviária têm ocorrido em diferentes kms, das rodovias MG-050, BR-354, MG-170, LMG-830 e LMG-893.

Acidente

Um dos motoristas autuados por embriaguez acabou se envolvendo em um acidente de trânsito no dia 23 do mês passado.

O condutor autuado é um idoso de 60 anos que conduzia uma caminhonete quando no km 207 da MG-050, entre Córrego Fundo e Formiga, perdeu o controle da direção do veículo, que colidiu contra uma carreta.

Segundo informações da Polícia Rodoviária, com o impacto, a caminhonete tombou e interditou a rodovia por mais de uma hora.

Ao ser submetido ao teste do bafômetro, foi constatada a quantidade de 0,67 miligramas álcool por litro de ar alveolar expelido pelos pulmões, medida que está 16 vezes acima do permitido pela lei.

Lei Seca

A Lei 11.705, aprovada em 2008, ficou mais conhecida como Lei Seca por reduzir a tolerância no nível de álcool no sangue de quem dirige. Com a sanção da nova lei, o Código de Trânsito Brasileiro foi alterado e provocou grandes mudanças nos hábitos da população brasileira.

A antiga legislação permitia a ingestão de até 6 decigramas de álcool por litro de sangue (o equivalente a dois copos de cerveja). Quando foi sancionada, a Lei Seca tolerava 0,1 mg de álcool por litro de sangue. Atualmente, o nível máximo é de 0,05 mg/l.

Fonte: Polícia Militar Rodoviária

Imprimir
Comentários