Apesar dos esforços da comunicação oficial que tem tentado, a todo custo, mostrar para a população os esforços que a administração tem dispendido para minimizar os problemas na área de saúde, que está crítica não só aqui, mas em todo o país, a população agora quer mesmo ver resultados mais concretos em seu favor.
Na quinta-feira (31) por volta das 13h, um razoável número de usuários do PSF no bairro Engenho de Serra, em companhia do vereador Cabo Cunha e das câmeras da TV local, reclamou e deixou ao prefeito seu recado. A insatisfação pública pelo descaso no atendimento foi um sentimento comum entre todos eles.
A equipe de reportagem do NI tão logo foi avisada da ?quizomba? na rua Campos Altos, esteve no local e de fato, ouvindo diversas pessoas ali aglomeradas, constatou o acima dito.
Dois cartazes expostos, em especial, chamaram a atenção. Um deles confeccionado pela própria direção do posto, informava que o atendimento naquele local estava suspenso por tempo indeterminado. Num outro, havia a sugestão de que os insatisfeitos se dirigissem à Ouvidoria.
Como o povo tem andado avesso a certas sugestões, os ?insatisfeitos? optaram por um caminho diferente. Procuram o vereador e este, à imprensa, talvez acreditando que com o ?barulhão? as coisas se resolvam.
Em sua fala ao povo que se aglomerou na porta do posto. Cabo Cunha garantiu que dali, iria ao Ministério Público, instância que ultimamente tem encaminhado e exigido a contento, soluções para problemas que afligem o povo, em especial, os que dependem de atendimentos do tipo SUS.
Por volta das 14h, chegou à redação a nota explicativa da Secretaria de Comunicação, a respeito e que se analisada, nos mostra que ela em nada coincide com os cartazes afixados no local e que são da autoria da direção do posto.
Resposta da Secretaria de Saúde a respeito da falta de atendimento médico do Engenho de Serra:

O médico que atende no local apresentou atestado de 60 dias. Para a população não ficar sem assistência, uma médica atenderá no posto, provisoriamente, em dois dias da semana. Em relação aos demais dias, a de equipe de enfermagem do posto está orientada a, se necessário, providenciar o transporte dos pacientes com casos mais graves e urgentes ao posto de saúde mais próximo ou para o Pronto-Atendimento Municipal (PAM).

Imprimir
Comentários