Nessa segunda-feira (17), foram abertas as inscrições para os interessados em participar de visitas guiadas aos ambientes onde acontecerão a geração de mídias, carga das urnas eletrônicas, sorteio de urnas para procedimentos de auditoria, auditoria de verificação da autenticidade e integridade dos sistemas e auditoria de funcionamento das urnas eletrônicas.

O objetivo das visitas é oferecer aos cidadãos que não são vinculados a entidades que já acompanham os processos a oportunidade de verificar de perto a transparência e segurança dessas etapas do processo eleitoral.

Qualquer pessoa pode participar. As vagas são limitadas e as inscrições podem ser feitas no site do TRE-MG. O acesso aos ambientes só será possível para quem se inscrever, e os grupos de visitantes serão acompanhados por servidores do Tribunal.

Confira explicação sobre cada procedimento.

Geração de mídia 

A cerimônia de geração das mídias acontece nos Cartórios Eleitorais e se refere à importação dos dados e programas do banco das eleições para dispositivos móveis (como pen drives) para a posterior carga nas urnas.

Carga das urnas

A cerimônia de carga oficial das urnas eletrônicas é o momento de transferência, para a memória interna da urna, dos programas e aplicativos utilizados no processo de votação, além dos dados da zona eleitoral, município, seção, local de votação, eleitores, partidos, coligações e candidatos.

Sorteio de urnas para auditoria

A Comissão de Auditoria da Votação Eletrônica realiza o sorteio das seções que serão auditadas no dia da eleição, tanto no que se refere à auditoria de funcionamento das urnas eletrônicas quanto à auditoria de verificação da autenticidade e integridade dos sistemas instalados nas urnas eletrônicas.

Auditoria  

Antes do início da votação, será feito um procedimento de verificação dos hashes (resumos digitais) e assinaturas dos programas instalados, para checagem se são os mesmos assinados na cerimônia de assinatura digital e lacração dos sistemas eleitorais, ocorrida no TSE.

Funcionamento das urnas eletrônicas

Essa auditoria simula uma votação oficial e acontece simultaneamente ao pleito, no dia da eleição. Ao longo do dia, cada voto registrado em cédulas de papel por representantes dos partidos é apresentado aos fiscais, e, em seguida, é digitado em um sistema de controle e replicado na urna eletrônica. Ao final do dia, é feita a apuração das cédulas de papel e apurado o resultado com os boletins impressos pelas urnas sorteadas.

Várias entidades importantes, como o Ministério Público, a OAB e os partidos políticos, já são convidados para acompanhar esses procedimentos e, neste ano, o TRE decidiu abrir para que cidadãos interessados também possam ver de perto o trabalho realizado e comprovar a segurança do processo eletrônico de votação.   (Com informações do TRE/MG.

 

 

Fonte: Hoje em Dia ||

print

Comentários