Para relembrar a data, celebrada no próximo sábado (8), a Associação de Combate ao Câncer do Centro-Oeste de Minas realiza uma maratona cheia de atividades. Hoje, será promovida uma palestra para voluntárias da associação sobre o tema.
Nesta terça-feira (3), o setor esteve no final da Rua Pitangui, das 16h às 19h, com orientações sobre prevenção da doença. ?O objetivo é trabalhar com a população de forma geral a importância de uma vida saudável?, ressalta o Enfermeiro do setor, Altair de Oliveira. ?As pessoas mudaram muito seus hábitos de vida, em geral a alimentação e a pouca prática de exercícios físicos?.
A cada dois anos a Organização Mundial de Saúde realiza uma estimativa de quantos casos de câncer são previstos no Brasil e na edição 2012, o Instituto Nacional de Câncer (Inca) divulgou um documento que prevê mais de 520 mil novos casos para este ano. Nesta edição, também podem ser verificadas as previsões para neoplasias na bexiga, ovário, tiróide (nas mulheres), sistema nervoso central, colo de útero, laringe (nos homens) e linfoma de hodgkin. Os dois últimos, inclusive, têm estado em destaque na mídia por terem acometido o ex-presidente Lula e o ator Reinaldo Guanecchini.
No Brasil em geral, de acordo com a oncologista do Hospital do Câncer/ACCCOM, Aline Lauda Freitas Chaves, o câncer de maior incidência é o de pele não melanoma, já que se trata de um país tropical. ?A população não tem muita cultura de usar o protetor solar, entre outras medidas fundamentais para se prevenir este tipo de câncer?. Já nas mulheres, o câncer mais comum é o de mama, com 50 mil novos casos por ano e nos homens, o de próstata, com 60 mil novos casos por ano. Em Divinópolis e região, os casos de câncer mais comuns acompanham as estatísticas gerais do país.

print
Comentários