Os mineiros chegam ao último dia do ano com uma triste estatística. Nos últimos sete dias – de 24 a 30 – 50 pessoas morreram em acidentes nas rodovias federais que cortam o Estado. Os dados são da Polícia Rodoviária Federal (PRF). Só nesta quarta-feira (30), seis pessoas – entre elas um pai com seus dois filhos de 1 e 10 anos – morreram em desastres.
Os números dos acidentes reforçam uma constatação do período de Natal: foram pelo menos sete mortes, a cada dia, nas estradas mineiras, neste fim de ano. O índice é 32% maior que a média registrada entre 24 e 28 de dezembro do ano passado, quando 27 pessoas morreram (5,4 óbitos por dia).
Entre os dias 24 e 28 deste mês, a PRF contabilizou 623 acidentes. Uma média diária de quase 125 desastres.
Nas rodovias estaduais, os índices de violência do trânsito se confirmam. Entre 23 e 28 deste mês, pelo menos 16 pessoas morreram em 249 acidentes, de acordo com dados da Polícia Rodoviária Estadual e do Corpo de Bombeiros.
Causas
De acordo com a PRF, a explicação para tantas ocorrências é mesmo a conduta irresponsável de muitos motoristas que ainda se arriscam, apesar da chuva e do grande número de veículos circulando pelas rodovias nesta época do ano. Só pelas MGs – estradas estaduais – a Polícia Militar Rodoviária (PMRv) calcula que até ontem à noite passariam 240 mil veículos que deixaram a capital.
Operação
À 0h desta quinta-feira, a PRF iniciou a operação especial de fim de ano para tentar garantir mais segurança a quem viaja pelos 7.500 km de estradas federais do Estado. Agentes que estavam de folga foram convocados para participar do esquema, que totaliza 850 policiais, 130 viaturas, 36 radares e 135 etilômetros. A operação termina à meia-noite de domingo, dia em que é esperado o maior movimento nas estradas, quando grande parte das pessoas retorna dos feriados de fim de ano.
Proibição
Veículos de carga como bitrem, treminhão e cegonheira estão proibidos de circular neste fim de ano pelas rodovias estaduais nos horários de maior movimento. A restrição hoje começa às 12h e termina às 22h. Na sexta-feira e no sábado, não há proibição, que volta a valer no domingo, dia 3 de janeiro, das 12h às 22h, período em que se espera fluxo intenso nas estradas do Estado. O Departamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER-MG) determinou a proibição para tentar garantir mais segurança nas estradas.

Imprimir
Comentários