Nove pessoas morreram e 12 ficaram feridas em cinco acidentes nas rodovias federais que cortam Minas Gerais somente neste domingo (16). No sábado, foram cinco mortes e 45 feridos também nas BRs. Ontem, no mais grave deles, na BR-116, na altura de Divisa Alegre, na região Norte do Estado, cinco pessoas que estavam em um Uno, que se chocou com uma carreta, morreram na hora. Na BR-381, em Antônio Dias, no Vale do Aço, um carro caiu em uma ribanceira e duas pessoas morreram. Já na BR-040, próximo a Nova Lima, na região metropolitana, foram mais duas mortes em uma batida.
De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) chovia muito no momento do acidente da BR-116. O Uno em que estavam as vítimas saía de uma via marginal quando atingiu a contramão. O veículo bateu contra a carreta de frente. As vítimas morreram na hora, disse o policial Marcelo Gonçalves.
De acordo com o policial, as vítimas Adriano de Lima Matias, 36, João Paulo Pereira da Silva, 31, Marco Antônio Correa de Souza, 36, e um outro homem, que até a noite deste domingo ainda não havia sido identificado, eram de Pernambuco. Eles eram vendedores ambulantes de quadros e seguiam para Divisa Alegre, onde haviam alugada uma casa. O motorista da carreta carregada de sal nada sofreu.
BR-381
Outras duas pessoas perderam a vida ontem quando o carro em que elas viajavam caiu em uma ribanceira, na BR-381, em Antônio Dias. Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o veículo saiu da pista, na altura do local conhecido como Curva do Machado, sem ter colidido com outro veículo.
Ainda de acordo com a PRF, outras três pessoas ficaram feridas e foram encaminhadas ao Hospital Vital Brasil, em Timóteo.
Lentidão
Os belo-horizontinos que retornaram para a capital, na tarde de ontem, depois do feriado prolongado de Nossa Senhora Aparecida, encontraram congestionamento de 7 km na BR-381, próximo à ponte do rio das Velhas, em Sabará, na região metropolitana. Segundo a PRF, o aumento de veículos, o acidente que terminou em dois mortos em Antônio Dias e outras duas colisões sem vítimas contribuíram para a lentidão.

Fonte: Super Notícia

print
Comentários