A Acif/CDL divulgou comunicado na tarde desta quarta-feira (7) informando que entrou com mandado de segurança para flexibilização dos serviços não essenciais em Formiga.

De acordo com as entidades, a medida se tornou necessária após o insucesso das negociações junto à administração municipal.

Na segunda-feira (5), as entidades haviam declarado apoio às manifestações de alguns empresários formiguenses. “Repudiamos a publicação do decreto 8740/2021 e a falta de diálogo com o Poder Executivo, com o objetivo de buscar alternativas para minimizar os impactos sofridos pela comunidade”.

Fonte: Acif/CDL

Imprimir
Comentários