Mesmo com as reclamações de parte da população e principalmente de comerciantes da rua Pio XII, localizada no centro da cidade, registradas após testes de interdição realizados no fim de agosto do ano passado, a diretoria da Acif e da CDL não desistiram do projeto ?Shopping a céu aberto?.
A proposta se baseia em mudanças arquitetônicas e urbanísticas na via e ainda na rua da Barão de Piumhi. Antes mesmo que um projeto do Executivo seja enviado à Câmara, o presidente da Acif, Gustavo Tatagiba, o reitor do Unifor-MG, Marco Leão e a responsável pelo projeto e arquiteta, Mariana Costa Mattos, estiveram na reunião do Legislativo, na segunda-feira (23) e fizeram uso da Tribuna para esclarecer dúvidas e apresentar a proposta.
De acordo com o presidente da Acif, o projeto foi reestruturado, levando em conta as questões apontadas pela comunidade, no período em que o projeto foi testado no ano passado, e por esse motivo será mantido o fluxo de veículos.
O reitor do Unifor-MG acredita que a ideia seja o pontapé inicial para uma reformulação urbanística na cidade e espera que essa primeira proposta incentive os poderes Legislativo e Executivo a proporem mais mudanças.
Já a arquiteta explicou os detalhes do projeto, que é todo adaptado para deficientes físicos, com calçadas alargadas, bancos e arborização, além de outros detalhes, como a implantação de fiação subterrânea em algumas partes.
O principal objetivo da proposta é valorizar o centro comercial da cidade e melhorar o fluxo de clientes.

Imprimir
Comentários