A Prefeitura de Formiga está, há dois meses, empenhada no combate ao novo coronavírus na cidade. Nestes 60 dias muitas ações foram desenvolvidas com o objetivo de garantir a segurança sanitária. Agora, a administração municipal faz um balanço dos principais trabalhos desenvolvidos até o momento.

                No dia 16 de março, ao ser decretada a pandemia da Covid-19, o prefeito Eugênio Vilela se reuniu com o seu secretariado e, no dia seguinte, o encontro foi com os membros da sociedade civil. Foram discutidas as primeiras ações para conter a transmissão da doença. Na ocasião foi criado, também, um Comitê de Enfrentamento.

                De maneira emergencial, foram montadas barreiras sanitárias na entrada de Formiga e no Terminal Rodoviário. Equipes da Vigilância em Saúde orientaram os cidadãos quanto aos cuidados necessários, como o uso de máscaras e a higienização correta das mãos.

                Como mais um meio de manter o cidadão informado, a Diretoria de Comunicação e a Secretaria Municipal de Saúde criou o “Boletim Informativo Diário”, que é publicado com atualizações dos casos na cidade, mostrando transparência com que a doença é tratada. Canais telefônicos para tirar dúvidas da população também foram criados, como Disk Corona pelo número (37) 99954-1183 e o Zap Covid (37) 99178-3700.

                Para evitar aglomerações, espaços públicos, como o Parque Municipal Doutor Leopoldo Corrêa (Praia Popular) e praças da cidade, foram interditados. A Feira Livre, que funcionava no Terminal Rodoviário, foi transferida para o Parque de Exposições, onde é possível fazer o controle da entrada e saída de pessoas. E, no dia 28 de março, foi realizada a Campanha de Nacional de Vacinação Contra a Gripe no sistema “Drive-thru’, no Terminal Rodoviário. As pessoas foram vacinas sem sair dos carros, evitando aglomerações.

                As equipes das Secretarias de Gestão Ambiental, Obras e do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) realizaram diversos processos de sanitização em espaços de grande circulação de pessoas. Servidores que atuam na Vigilância em Saúde estão, até o momento, nas filas de casa lotéricas e agências bancárias para garantir que as pessoas respeitem o distanciamento e o uso de máscaras. Uma tenda foi montada na região central para proporcionar mais comodidade e segurança sanitária às pessoas que aguardam atendimento para receber o “Auxílio Emergencial” do Governo Federal.

                Preocupado com a possibilidade do aumento no número de casos da Covid-19, o chefe do Executivo tomou uma medida preventiva: alugou, com recursos do Município, uma ala do Hospital Santa Marta, para, se preciso, receber pacientes. As equipes da Funerária Municipal receberam equipamentos de proteção, e, em reunião realizada no dia 8 de maio, ficou definido que os protocolos de segurança devem ser seguidos em todos os sepultamentos que forem realizados em Formiga.

                Na área social, diante do desemprego e perda de renda de muitos trabalhadores, alimentos foram doados para as famílias em situação de vulnerabilidade, por Meio do Banco Municipal de Alimentos, com a ajuda de parceiros. E para os alunos da Rede Municipal de Ensino foi desenvolvido um projeto pedagógico de estudo à distância e o programa “Merenda em Casa”. Foram preparados 5.300 kits com alimentos que estão sendo distribuídos para famílias dos alunos nas Escolas Municipais e nos Centros de Educação Infantil. Os estudantes que moram nas comunidades rurais receberam os alimentos em suas residências. Os pais ou responsáveis, também, estão recebendo as atividades pedagógicas que devem ser trabalhadas com as crianças e adolescentes em casa.

                Como reconhecimento e valorização do trabalho realizado pelas inúmeras pessoas que atuam na linha de frente do combate à Covid-19, a Diretoria de Comunicação lançou a campanha “Heróis da Saúde”. Nela, as equipes são homenageadas pela administração municipal por toda garra, dinamismo e dedicação no enfrentamento à pandemia do novo coronavírus.

Fonte: Decom

print
Comentários