Parte dos servidores que trabalha no Programa Saúde da Família assinaram o Pacto Municipal para Programa Estratégia de Saúde da Família em outubro. Na ocasião, os agentes comunitários não assinaram o documento, alegando que ficaram de fora da elaboração do Pacto.
Segundo a secretária de Saúde, Luiza Flora, os agentes iriam elaborar uma nova proposta para a categoria. Na segunda-feira (9), os agentes comunitários aderiram ao Pacto da Saúde, que foi construído em conjunto com médicos e dentistas da Saúde da Família, enfermeiros, representantes da Secretaria Municipal de Saúde, Secretaria de Governo, Procuradoria e Ministério Público da Comarca de Formiga.
O Pacto foi revisto pela classe, que reconheceu a importância desse documento para toda a população e também participou da assinatura. A adesão foi firmada no gabinete do prefeito Aluísio Veloso/PT, com a presença do secretário adjunto de Saúde, José Tourinho, a procuradora Sandra Micheline e representantes dos agentes comunitários de saúde.
Pacto da Saúde
O Pacto da Saúde foi uma solução encontrada pelo Executivo, Legislativo e servidores para resolverem sobre a questão da carga horária e atendimento. No documento, foi elaborada uma proposta relativa à carga horária, mas também uma proposta de atendimento aos usuários do PSF, buscando sempre a melhoria e qualidade dos serviços.
As atividades desenvolvidas pelos profissionais da Estratégia de Saúde da Família serão comprovadas por meio de produção mensal enviada sistematicamente para a Secretaria Municipal de Saúde, Setor de Faturamento, onde será avaliado o cumprimento da meta estabelecida no documento assinado para atendimentos individuais.
Segundo informações da Secretaria de Comunicação, o Pacto está de acordo com as exigências do Ministério da Saúde e está sendo debatido com o Plano Diretor do governo do Estado, que está em construção.

Imprimir
Comentários