Alemães procuram duas toneladas de ouro, que podem ter sido escondidas pelos nazistas, quando perceberam que iam perder a Segunda Guerra Mundial.
A pequena cidade de Deutschneudorf – na fronteira entre a Alemanha e a República Tcheca – virou o cenário para uma autêntica caça ao tesouro.
Máquinas escavam a terra em busca de uma caverna artificial onde estariam cerca de duas toneladas de ouro. O caçador de tesouros Christian Hanisch achou a indicação deste depósito secreto nas anotações do pai dele, um ex-combatente da Luftwaffe, a força aérea nazista.
Aparelhos eletromagnéticos já confirmaram que no local existem metais preciosos como ouro ou prata a 20 metros de profundidade.
Parte deste ouro teria vindo de um palácio em São Petersburgo, roubado pelos nazistas durante a invasão da União Soviética.
Quando Adolf Hitler percebeu que chegara ao fim da guerra mandou esconder o ouro, as obras de arte e todos os outros objetos valiosos pilhados pelos nazistas, tesouros que os alemães hoje se esforçam para encontrar.

Imprimir
Comentários