Luis Cuña

Saúde hospitalar é uma indústria em constante evolução de modo a se manter a par das últimas tecnologias e de soluções mais inovadoras. Quando visita um hospital, espera sempre receber um excelente serviço por de parte dos profissionais de saúde visto por a sua vida em risco mediante o serviço que procura. Por este motivo, expecta-se que os hospitais tenham tecnologia de ponta e que forneçam serviços hospitalares da melhor qualidade mantendo sempre os seus padrões elevados, e isso não só se aplica a procedimentos cirúrgicos, mas também dos cuidados oferecidos aos pacientes.

Ciência médica procura sempre inovar os seus métodos de diagnóstico e possíveis tratamentos para as mais inúmeras doenças, desde melhorar a eficácia de analgésicos até desenvolver novos meios de remoção de tumores. No entanto, para acompanhar um excelente serviço médico, a qualidade dos cuidados oferecidos ao paciente também é crucial para o bem-estar e taxa de sucesso de um tratamento.

Sistemas de saúde nacionais têm investido em novos programas para auxiliar no tratamento e recuperação de seus pacientes. Em termos tecnológicos, por exemplo, temos os óculos inteligentes Xpert Eye. Estes óculos permitem comunicação entre um médico e um paciente sem obrigar o paciente a ter que se deslocar para o hospital. Essa tecnologia é ideal para pacientes com mobilidade reduzida ou com algum tipo de obstrução na fala, pois permite que o seu cuidador possa auxiliar em um diagnóstico ou check-up sem ter que visitar uma instituição hospitalar.

Um outro exemplo serve para ajudar os indivíduos que sofrem de Alzheimer. A doença do Alzheimer pode obrigar uma pessoa a passar a vida dentro do hospital, mas depois de um teste bem sucedido na Holanda, a França já procura avançar com um projeto semelhante em que criam uma cidade exclusiva para pacientes com Alzheimer onde estes podem ter todo o tipo de assistência que necessitam como pacientes para além de poderem viver as suas vidas de forma normal. Estas pequenas vilas não só incluem casas, mas também comércio como salões de beleza e restaurantes. O projeto está em fases iniciais na europa, mas estima-se que mais países europeus com elevadas taxas de diagnóstico de Alzheimer rapidamente possam criar programas semelhantes.

Para finalizar, um programa inovador que diversos hospitais pelo mundo têm incorporado no seu protocolo de recuperação para pacientes é o de atividades. Mediante o procedimento hospitalar que o obriga a ter que visitar a instituição, pode demorar horas, dias ou até mesmo semanas até poder voltar a sua casa, motivo pelo qual, para auxiliar pacientes e os seus familiares a criarem ou manterem relações sociais, hospitais oferecem uma série de atividades que provam manter os seus pacientes felizes e entretidos que consequentemente parece afetar positivamente o prognóstico. Algumas das atividades mais populares envolvem arte como pintura e desenho, mas sessões de exercício físico e grupos de leitura são outros programas que possivelmente pode encontrar nos programas de atividades que os hospitais podem oferecer para seus pacientes.

Imprimir
Comentários