O acadêmico Rômulo Elias Câmara, do 5º período do curso de direito do Unifor-MG, foi aprovado em primeiro lugar no concurso do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG). O cargo é oficial de justiça avaliador, na comarca de Bambuí.
A prova foi realizada em outubro do ano passado e resultado foi divulgado em novembro. Entretanto, a homologação do resultado ocorreu em fevereiro. Após passar por exames médicos, Rômulo Elias Câmara aguarda para ocupar o cargo.
De acordo com o acadêmico, a prova foi composta por 60 questões, das quais 45 estavam ligadas diretamente ao direito, especificamente 30 questões eram relacionadas ao Código do Processo Civil.
Conforme informou Rômulo Câmara, o concurso teve cerca de 66 mil candidatos para 99 vagas, uma média superior a 600 candidatos por vaga. Para a Comarca de Bambuí, foram cerca de 180 candidatos para uma vaga.
Sobre a preparação para o concurso, Rômulo Câmara disse que se dedicou durante cinco meses exclusivamente para fazer a prova. Ele já era concursado na Câmara Municipal de Formiga e pediu exoneração para estudar para o concurso do TJMG.
Rômulo Câmara disse que sempre pensou em fazer o curso de direito, mas ele queria ser aprovado em algum concurso antes de começar a graduação. Porém, mudou a estratégia, ingressou no ensino superior e fez esse concurso do Tribunal de Justiça para o nível médio de escolaridade a fim de, futuramente, fazer o concurso para analista que exige nível superior.
?O curso de direito do Unifor-MG é muito bom porque podemos contar com o apoio dos professores fora da sala de aula, inclusive para esse concurso eu pude contar com a ajuda de alguns professores na questão de dúvidas de temas que ainda não tinha visto em sala de aula. Dentro de sala, também me ajudou bastante, porque as matérias coincidem muito. Então, o curso de direito é sensacional?, salientou o acadêmico.
Rômulo Câmara deixou uma mensagem de incentivo para os alunos do curso de Direito. ?A dica é ter foco, o estudante vir, acreditar no curso, vir sem receio, porque os professores são excelentes e o conteúdo programático também. Os alunos não devem desviar o foco que vai dar certo?, finalizou.

Imprimir
Comentários