O América caiu pela primeira vez em casa nesta temporada do Campeonato Brasileiro. Depois de iniciar bem a disputa da Série A, com triunfos sobre Sport, Vitória e Botafogo, o Coelho fez um duelo franco e muito disputado, mas não conseguiu fazer frente ao São Paulo e foi batido por 3 a 1, nesse domingo (27), no Independência, em Belo Horizonte. Diego Souza e Nenê, duas vezes, marcaram os gols da vitória tricolor. Rafael Moura descontou para os donos da casa.

Com a derrota e os demais resultados da rodada, o América caiu para a 11ª colocação do Brasileiro. Por sua vez, o São Paulo contou com derrotas dos rivais estaduais Corinthians e Palmeiras – além de ultrapassar o próprio Coelho, subiu três posições e agora é o 4º na tabela.

Na próxima rodada do Campeonato Brasileiro, o América visita o Corinthians. A partida está marcada para as 18h de quinta-feira (31), na arena do clube paulista, em Itaquera. Um dia antes, na quarta, às 21h, o São Paulo enfrenta o Botafogo, no Morumbi.

Primeiro tempo intenso

América e São Paulo iniciaram o duelo que fechou a rodada, nesse domingo, no Independência, sabendo que uma vitória levaria ao G4. Com iniciativas ofensivas de ambas as equipes, o confronto começou de forma franca e cheio de oportunidades. Logo aos oito minutos, os visitante aproveitaram mal posicionamento defensivo alviverde para abrir o placar. Everton saiu livre pela esquerda da área e encontrou Diego Souza em cruzamento rasteiro. O camisa 9 só completou para o gol: 1 a 0.

O Coelho não desanimou com a desvantagem no marcador e seguiu marcando alto, procurando uma brecha na defensiva rival. Quatro minutos depois do tento tricolor, Norberto fez excelente jogada pela direita, passou a bola por entre as pernas de Reinaldo e tocou para Rafael Moura. O centroavante americano dominou com calma, antes de fuzilar e empatar:1 a 1. O gol fez o América crescer no jogo e pressionar o São Paulo. Em chutes de longe, Rafael Moura e Leandro Donizete quase marcaram.

A pressão americana não assustou ao São Paulo, que também se lançava ao ataque. A equipe de Diego Aguirre teve mais posse de bola na primeira etapa e contou com bobeira de Matheus Ferraz, nos acréscimos, para voltar a marcar. Aos 45 minutos, o zagueiro alviverde fez pênalti em Arboleda. Nenê cobrou com calma e experiência – Jori até foi no canto certo – e recolocou o Tricolor à frente: 1 a 2.

Coelho busca novo empate, mas Nenê ‘mata’ o jogo 

O América voltou para a segunda etapa pressionando o São Paulo em busca do empate. O Tricolor paulista se defendia bem e levava perigo nos contra-ataques. Quando o Coelho parecia próximo da igualdade, veio o balde de água fria. Luan fez falta em Militão próximo à área. Mais uma vez, o experiente Nenê foi o encarregado da bola parada. E cobrou com maestria, no ângulo de Jori: 1 a 3.

Com a boa vantagem no placar, Diego Aguirre colocou gás novo para o time se segurar. Como atuou pela Copa do Brasil durante a semana – o São Paulo não teve compromissos – o América parece ter sentido o ritmo.

Do lado alviverde, Enderson Moreira viu sua equipe diminuir a intensidade e também precisou intervir com substituições. Colocou Ademir – que fez sua estreia no Coelho –, Judivan e Ruy nas vagas de Aderlan, Rafael Moura e Luan. Porém, o Tricolor se manteve confiante e, sem dar muitos espaços, conseguiu impor a primeira derrota ao América no Independência nesta temporada do Brasileiro.

 

Fonte: Super Esportes ||

Imprimir

Comentários