Na quinta-feira (14), no Salão Nobre da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), o deputado estadual Antônio Carlos Arantes (PSC) tomou posse como presidente da Frente Parlamentar do Cooperativismo (Frencoop-MG) e junto dele toda a nova diretoria também foi empossada. O evento foi bastante concorrido por cooperativistas e lideranças políticas e parlamentares. A reinstalação da Frente completa em 2011, 14 anos de existência.
Ao ser empossado como presidente da Frencoop-MG para a legislatura (2011-2015), o deputado estadual Antônio Carlos Arantes ressaltou o trabalho desenvolvido pela Organização das Cooperativas de Minas Gerais (Ocemg) e completou: ?Vivo hoje um momento de grande alegria e de muita expectativa diante dos novos desafios. Cooperar é tornar grande os pequenos. Há muito o que fazer, mas percebemos a disposição de todos em ouvir o segmento através da Ocemg e, juntos, buscaremos as soluções necessárias aos problemas apontados?.
O presidente do Sistema Ocemg/Sescoop-MG, Ronaldo Scucato, falou sobre a emoção que move o cooperativismo, um segmento que aglutina, dia após dia, forças em torno de ideais comuns. Na ocasião, Scucato lembrou o pensamento do filósofo e economista Charles Gide. ?O cooperativismo é a suprema esperança daqueles que sabem que há uma questão social a resolver e uma revolução a evitar?, disse.
Na oportunidade, Scucato passou às mãos de Antônio Carlos Arantes um documento elaborado pelo Sistema Ocemg/Sescoop-MG, em parceria com as centrais e federações de cooperativas do Estado, contendo as principais demandas do setor. A expectativa é que os parlamentares fomentem ações em prol do setor no âmbito Legislativo.
Repercussão positiva e formação da Frencoop
Para o primeiro Secretário da ALMG, deputado Dilzon Melo, que também participou da solenidade, o cooperativismo é a palavra de ordem do momento e a Frente ora reinstalada revitaliza a tese de que ?juntos podemos mais?. Já o ex-presidente da Frencoop-MG (1987), deputado Romeu Queiroz e o deputado federal, Paulo Piau, elevados aos postos de presidentes de honra da Frente, lembraram que a iniciativa de Minas foi tão exitosa que serviu de exemplo para diversos estados, tendo, inclusive, dado origem à Frencoop Nacional.
De caráter suprapartidária, a Frencoop-MG reúne, a partir de agora, 64 deputados estaduais. Sua diretoria está composta por um presidente, dois vices, três presidentes de honra, dois conselheiros de honra, um coordenador geral e 11 coordenadores, responsáveis pelos 13 ramos cooperativismo: agropecuário, consumo, crédito, educacional, especial, habitacional, infraestrutura, mineral, produção, saúde, trabalho, transporte e turismo.

Imprimir
Comentários