No dia 3 deste mês, o Pelotão de Bombeiros de Itaúna recebeu um chamado para combater um incêndio em um silo de carvão de uma siderúrgica, localizada na área rural do município de Itaúna.

No local, foi constatado que três galpões com aproximadamente 8 toneladas de carvão haviam incendiado.

Nas primeiras horas foi montando um Sistema de Comando em Operações para traçar as estratégias para combate e monitoramento do incêndio.

Até nessa quarta-feira (23), foram empenhados 64 bombeiros das cidades de Itaúna, Divinópolis e Pará de Minas. Foram utilizadas 11 viaturas durante os dias de operação.

O Cobom contou ainda, com o apoio da empresa de tratamento de água e esgoto (Saae) com um caminhão pipa e com o apoio da empresa que forneceu um caminhão pipa e um trator, além de alimentação aos militares.

Após 20 dias ininterruptos de operação, foi constatado que o incêndio e as brasas nos três silos de carvão foram debelados. Devido ao risco de queda da estrutura de alvenaria remanescente, o supervisor da fábrica foi orientado a usar maquinário especializado para demolição.

Foi orientado ainda que a nova estrutura a ser construída deverá seguir a legislação de prevenção contra incêndio e pânico do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais.

Durante toda a operação, os militares envolvidos atuaram com extremo profissionalismo e competência, o que resultou no confinamento do incêndio, sem propagação para outras áreas da empresa.

Além disso, devido a ação rápida das equipes, a operação foi finalizada sem nenhuma vítima.

Fonte: Corpo de Bombeiros

Imprimir
Comentários