Depois de duas eliminações seguidas, o Atlético se recuperou das quedas na Copa Sul-Americana e Copa do Brasil com uma vitória sobre o seu maior rival, o Cruzeiro, o que garantiu a ponta da tabela, ao menos temporariamente, já que Flamengo e Corinthians ainda entram em campo na rodada.

O Flamengo, aliás, será o próximo adversário da equipe, no sábado (26), em mais uma partida disputada no Independência. “Vai ser mais um clássico, estamos conseguindo fazer o dever de casa contra equipes fortes como Corinthians, Cruzeiro e contra o Flamengo temos que entrar do mesmo jeito, com o mesmo espírito vencedor, para resgatar a força dentro de casa e somar pontos que vão fazer diferença lá frente”, garantiu o goleiro Victor.

O arqueiro chegou a ser questionado sobre uma suposta cera que teria feito dentro de campo, quando o Atlético já vencia o Cruzeiro. “Não foi nada para segurar o jogo, não sou adepto disso, eu realmente estava sentindo um incômodo, e o árbitro acresceu seis minutos a mais, então não tem nada para reclamar”, argumentou.

Com um jogador a mais desde os 3 minutos da segunda etapa, quando o volante Mancuello foi expulso, o Atlético chegou a sofrer uma pressão do adversário, antes de chegar ao gol da vitória e dominar as ações da partida. “Realmente, depois da expulsão, eles cresceram um pouco, mas acho que fizemos uma partida segura do começo ao fim, fomos merecedores da vitória que nos dá moral, porque, de qualquer maneira, vamos estar na ponta da tabela, mesmo se perdermos a liderança”, analisou Fábio Santos.

O lateral-esquerdo ainda comentou sobre as recentes eliminações e os próximos desafios da equipe. “Eliminação sempre traz pressão, é triste porque estamos no nosso nono jogo de invencibilidade e ficamos fora de duas competições que eram importantes para nós. Com essa vitória vamos chamar o torcedor novamente para o nosso lado e, na semana que vem, tentar vencer o Flamengo aqui no Independência, é um confronto direto e precisamos continuar nessa batida. A temporada ainda é muito longa”, finalizou.

(Foto: Cristiane Mattos/O Tempo)

 

Fonte: O Tempo Online||

Imprimir

Comentários