O projeto de lei 629/2012 que autoriza abertura de crédito especial no valor de R$76.432,28 para reforma e ampliação do prédio administrativo da Secretaria de Saúde, conhecido como Antônio Vieira, foi aprovado na reunião ordinária da Câmara Municipal, na segunda-feira (16). O serviço compõe a troca do telhado, piso, pintura e outros reparos.
De acordo com a solicitação feita pela Secretaria de Saúde, o prédio se encontra com várias infiltrações, goteiras, apresentando insalubridade no ambiente de trabalho.
Instalações da secretaria
A Secretaria Municipal de Saúde está instalada no Edifício Antônio Vieira desde 1991, quando foi regulamentado o Fundo Municipal de Saúde.
Atualmente no local, estão alocados os seguintes setores da pasta: recursos humanos, jurídico, central de processamento de dados, compras, contabilidade, gabinete do secretario (a) de saúde, faturamento SUS, direção de atenção primaria a saúde, direção de vigilância em saúde epidemiológica, central de armazenamento de vacinas, vigilância sanitária, tratamento fora do domicílio, serviço social, medicamentos de auto custo, central de marcação de consultas e exames especializados, centro municipal de atendimento especializado (Cemaes) atendendo a demanda de ortopedia, urologia, ginecologia e obstetrícia, pneumologia, oftalmologia, pediatria, cardiologia, endocrinologia, dermatologia, otorrinolaringologia, fonoaudiologia, setor de endemias (dengue, chagas, leishmaniose), laboratório municipal, transporte da Secretaria Municipal de Saúde e setor de manutenção.
Outro projeto para a Saúde
Os vereadores aprovaram ainda, no mesmo dia, o projeto de lei complementar 086/2012, que tem como objetivo de criar três novas vagas no Pronto Atendimento Municipal (PAM).
As vagas são para: coordenador médico do serviço de urgência e emergência e central de regulação médica de urgência, coordenador de enfermagem e coordenador administrativo do serviço de urgência e emergência.
O projeto aprovado em regime de urgência, por causa do período eleitoral, ressalta que as três vagas já estavam previstas na Lei Complementar 37/2010, porém ficou pendente sua efetivação com as devidas atribuições.

print
Comentários