Com dívida de R$3 milhões contraída junto ao BDMG e mais R$323.579,79 de recursos próprios (contrapartida), com a aprovação unânime em reunião extraordinária realizada nesta quarta-feira (26), o Legislativo autorizou o Poder Executivo a dar início aos trâmites visando a construção de duas Unidades Básicas de Saúde (UBS’s), sendo uma no bairro Nossa Senhora de Lourdes, no valor de R$709.734,44 e outra no bairro Novo Horizonte, orçada em R$ 1.178.719,03 e ainda uma nova sede que abrigará o Centro de Atenção Psicossocial (Caps) para a qual se destinam R$ 1.435.126,32.

Os recursos advindos do BDMG, inicialmente, se destinavam à construção de nova sede para o Executivo Municipal.

Imprimir

Comentários