A primeira morte suspeita de dengue em Arcos ocorreu na segunda-feira (6). A vítima é um rapaz de 29 anos que faleceu na Santa Casa de Caridade de Formiga.
Segundo o responsável técnico pela Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital, o enfermeiro José Orlando, o paciente deu entrada na unidade por volta de 17h, apresentando um quadro bastante grave e respirando com ajuda de aparelhos. Ainda de acordo com o enfermeiro, o paciente apresentava uma doença febril que evoluiu, rapidamente, causando a morte do rapaz, por volta de 22h30 de segunda-feira.
De acordo com a assessoria da Santa Casa, o jovem morreu em consequência de uma infecção generalizada, com falência múltipla de órgãos. Segundo José Orlando, o quadro apresentado pelo jovem é comum a outras doenças, a exemplo de leishmaniose, dengue, febre amarela e malária.
Por esse motivo, a causa da morte está sendo investigada. ?O sangue do paciente foi enviado a Fundação Ezequiel Dias (Funed) para a realização de diversos exames. Os sintomas apresentados se parecem com os de muitas doenças. Por isso, somente por meio de exames complementares será possível confirmar a causa da morte?, informou.
Ainda de acordo com o hospital, a hipótese de morte causada por dengue não pode ser confirmada ou descartada até que o resultado dos exames fique pronto. O resultado pode sair em até sete dias, ou ainda de acordo com a demanda do laboratório. O responsável pela UTI também informou que a Secretaria de Saúde de Arcos deve continuar a investigação sobre o caso.
A assessoria de comunicação da Prefeitura de Arcos informou que o caso está sendo averiguado e que o governo municipal se pronunciará assim que tiver dados concretos sobre o fato. O jovem foi sepultado na tarde desta terça-feira (7).

Imprimir
Comentários