O número de áreas queimadas por incêndios florestais em Minas Gerais aumentou 30,39% nos sete primeiros meses de 2016, em comparação ao mesmo período do ano passado.

De janeiro a julho de 2015, o número de hectares atingidos era de 998,48. Neste primeiro semestre do ano a extensão de área queimada subiu para 1.301,87. São mais de 300 hectares destruídos pelas chamas.

Em relação aos incêndios no Estado, houve uma diminuição de 11,65%, apesar das áreas alcançadas pelas chamas ser maior. Em 2015 foram registrados 103 focos de queimadas em florestas mineiras, contra 91 ocorrências em 2016.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, o aumento de áreas queimadas é resultado do tempo seco, que, combinado aos fortes ventos e vegetação seca, deixa as áreas propícias para incêndios.

(Foto: Luisa Cristina de Almeida Campos)

 

Fonte: Hoje em Dia ||

Imprimir

Comentários