A Associação Comunitária do Córrego das Almas pede mais segurança no trecho da BR-354, entre Arcos e Formiga, ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit).

A Polícia Militar Rodoviária (PMR) registrou três acidentes graves no trecho neste ano. O último acidente ocorreu no dia 18 deste mês, quando dois veículos se colidiram frontalmente, deixando três vítimas fatais.

De acordo com o presidente da associação, Marcelo Estevan, é preciso prudência ao passar pelo local. “Infelizmente, quase toda semana são registrados acidentes. Nos últimos dias, houve acidentes com vítimas fatais. Estamos reivindicando o prolongamento da terceira faixa, redutores de velocidade e um trevo de acesso ao Dnit, pois essa realidade precisa ser mudada, já perdemos muitas pessoas nesse trecho”, explicou.

Segundo a PMR, no trecho, trafegam por dia mais de 10 mil caminhões e carretas e o limite de velocidade permitido é de 80 quilômetros por hora, sendo que as principais imprudências são de excesso de velocidade, ultrapassagem em local proibido e desrespeito ao limite de distância de segurança.

O Dnit informou que não recebeu nenhuma reclamação referente aos acidentes e que a população pode entrar em contato com o órgão pelo telefone (37) 3522-1910.

Redação do Jornal Nova Imprensa G1

print
Comentários