Você já ouviu alguém chegar numa loja e dizer: “Estive semana passada aqui e fui atendido muito mal, seu vendedor estava de mau humor, olhando feio e gostaria de saber se ele está aí para me atender novamente?”.

Isso não existe. O que existe é bom atendimento, respeito às pessoas, que mantém nossos empregos, nossas vidas e de nossas famílias. Infelizmente, tem gente que não entendeu isso ainda.

Dê aos seus vendedores um bom caminho, incentive-os cada vez mais a gostar e querer bem as pessoas. Isso pode ser melhorado com treinamentos e palestras. Invista na sua equipe e os resultados saltarão aos olhos.

Tem que pensar ativamente o seguinte: Qual é o melhor fogão? E a melhor geladeira? Os preços e os produtos estão cada vez mais parecidos e como milagre ninguém faz, a venda está intimamente ligada ao vendedor, ao relacionamento, ao atendimento feito.

Outro dia assisti na TV alguém que foi atropelado e o policial lhe perguntou que carro que era e ele respondeu: “Não sei… é um destes novos, tudo arredondado, tudo igual”.

O mundo mudou. O consumidor hoje é cada vez mais exigente. Sabe o que quer. São pessoas bem informadas. Para melhor atender é preciso conhecer muito bem o produto, na palma da mão, como funciona, os benefícios que trás, para que serve e um atendimento que encanta e fideliza.

E um atendimento, por incrível que pareça, em pleno século 21, não deveria, mas, ainda é um grande diferencial.

A verdadeira venda é quando o cliente volta. Um cliente encantado pode ser um cliente para mais 30 anos, garantia de lucro por muitos e muitos anos.

Mudar é resolver pendências e aplicar tendências. Se você mudar, o mundo muda com você.

A palavra em gestão de vendas que define o sucesso continua pequena, apenas sete letras: atitude. Junte a ela o conhecimento e você será imbatível.

 

 

 

Imprimir
Comentários