Por Paulo Coelho 

De acordo com o Decreto Municipal nº 7336, de 27 de março de 2018, o Aterro Sanitário Municipal Areias Brancas agora se denomina Aterro Sanitário Municipal Marcelo Reis Arantes.

O novo nome do aterro é uma homenagem ao servidor púbico que faleceu aos 36 anos em um trágico acidente. Ele era servidor público concursado há mais de 10 anos e prestava serviços à Secretaria de Gestão Ambiental.

Foto: Divulgação

Marcelo foi vítima de um acidente em outubro do ano passado na BR-354. Ele conduzia um caminhão pipa que serve o aterro quando o veículo foi atingido por uma carreta desgovernada. No momento do acidente, ele estava acompanhado do supervisor do Aterro, o engenheiro ambiental Marco Antônio Silveira.

O governo municipal presta esta homenagem a Marcelo ao mesmo tempo em que comunica à população o início das atividades da terceira célula de descarte do lixo produzido pela população formiguense, que de acordo com o prefeito Eugênio Vilela chega a cerca de 40 toneladas por dia.

Durante o evento, Eugênio, a secretária de Gestão Ambiental, Giovana Rodrigues Borges, o supervisor operacional do aterro Marco Antônio e o vereador Sidney Ferreira, que é primo do homenageado, falaram sobre a obra realizada e a memória prestada a Marcelo Reis. Em seguida, Eugênio, Felipe, Giovana, Marco Antônio e o cunhado do homenageado, Luciano, fizeram o descerramento da placa de inauguração. Como ato simbólico, Eugênio fez ainda o plantio de uma muda da árvore nativa guapuruvu, representando o nascimento de uma nova conquista.

Foto: Divulgação

Cerca de 50 pessoas compareceram ao evento dentre elas o assessor de engenharia ambiental, Felipe Nunes; o cunhado do homenageado, Luciano Alves do Couto; os vereadores Flávio Martins, Wilse Marques e Sidney Ferreira; o delegado regional da Polícia Civil, Irineu Coelho Filho; o militar da Polícia Ambiental tenente Faria, os representantes do Tiro de Guerra, subtenente Do Vale e subtenente Gelson; o diretor da Penitenciária Regional de Formiga, Sérgio Evaristo de Souza e o diretor de segurança do presídio, Leandro de Sousa; o professor de engenharia ambiental, Paulo Ricardo Frade, representando o Unifor-MG; o jornalista Paulo Coelho; Mauro Luís Rodrigues e Cláudio Ribeiro Arantes, representando a Prumo Engenharia; dentre outras personalidades formiguenses.

O Aterro Sanitário

O Aterro Sanitário foi inaugurado no dia 9 de agosto de 2009, pelo então prefeito Aluísio Veloso da Cunha, e ocupa uma área de 44,68 hectares, dos quais 5,54 hectares estão separados para alocar cada uma das sete células projetadas para a disposição de resíduos. O tempo de vida útil inicialmente estimado em 21 anos.

Imprimir
Comentários