O Atlético-MG foi pragmático nessa quarta-feira (27) para garantir vaga na fase de grupos da Libertadores. Sem dar chance para a zebra, o time alvinegro se apoiou na vantagem construída na partida de ida diante do Defensor-URU, segurou um empate por 0 a 0 no Independência e cumpriu seu primeiro grande objetivo no ano ao chegar ao estágio principal do torneio continental.

Com a classificação encaminhada após o triunfo por 2 a 0 em Montevidéu, o Atlético não quis repetir o que viveu na fase anterior, quando ficou a um gol de ser eliminado depois de abrir 3 a 0 em casa e permitir a reação do Danubio, que diminuiu para 3 a 2. O técnico Levir Culpi deixou bem claro suas intenções antes mesmo da partida, ao anunciar a escalação com o volante Zé Welison na vaga do atacante Chará.

Agora, o Galo entra no Grupo E da Libertadores e vai estrear neste novo estágio diante do Cerro Porteño, na próxima quarta-feira (6), novamente no Independência. Além destas equipes, compõem a chave o Zamora, da Venezuela, e o Nacional, do Uruguai.

Premiação milionária

Com a classificação, o Atlético garantiu mais US$3 milhões (cerca de R$11,25 milhões) de premiação.

O prêmio a ser pago pela Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) è referente à participação do Galo na fase de grupos. Por cada jogo como mandante – diante de Cerro Porteño-PAR, Nacional-URU e Zamora-VEN -, o clube receberá US$1 milhão (R$3,75 milhões).

Até o momento, o Atlético arrecadou US$1,05 milhão (cerca de R$3,9 milhões) na competição – US$500 mil (R$1,9 milhão) pela participação na segunda fase, contra o Danubio, e US$550 mil (R$2 milhões) na terceira fase, diante do Defensor.

Na pior das hipóteses, portanto, o Galo já assegurou US$4,05 milhões (R$15,1 milhões) no torneio continental.

Mata-mata

No mata-mata pós-fase de grupos, a Conmebol pagará quantia maior aos participantes: US$1,05 milhão nas oitavas; US$1,2 milhão nas quartas; US$1,75 milhão na semifinal; US$6 milhões para o vice-campeão; e US$12 milhões ao campeão.

Caso avance até o fim da competição e conquiste seu segundo título na Libertadores, o Atlético acumulará a fortuna de US$20,05 milhões, equivalente a R$75,18 milhões.

Premiação por fase da Libertadores

Primeira fase: US$350 mil
Segunda fase: US$500 mil
Terceira fase: US$550 mil
Fase de grupos: US$1 milhão por jogo como mandante (US$ 3 milhões no total)
Oitavas de final: US$1,05 milhão
Quartas de final: US$1,2 milhão
Semifinal: US$1,75 milhão
Vice-campeão: US$6 milhões
Campeão: US$12 milhões

 

 

 

 

 

Fonte: Veja e Estado de Minas ||

Imprimir

Comentários