Auxílio-moradia para deputados de MG vai para o segundo turno

A tendência é que o projeto seja aprovado, já que recebeu o sim da maioria dos presentes em primeiro turno.

A tendência é que o projeto seja aprovado, já que recebeu o sim da maioria dos presentes em primeiro turno.

O Plenário da Assembleia Legislativa de Minas Gerais deve apreciar nesta terça-feira (10), em segundo turno, a resolução que retoma o auxílio-moradia para todos os deputados, inclusive os que têm casa em Belo Horizonte.
A resolução ainda concede verba indenizatória aos parlamentares licenciados para ocuparem cargo de secretário, caso optem pelo vencimento do Legislativo.
A tendência é que o projeto seja aprovado, já que recebeu o sim da maioria dos presentes na sessão de quinta-feira, em primeiro turno.

Também nesta terça deve ser lida em plenário a nova composição das comissões da Casa. Ontem, representantes dos três blocos, independentes, situação e oposição, se reuniram e em consenso dividiram as presidências dos grupos.

Como era esperado, a base de governo ficou com o maior número, ao todo nove. Entre elas as principais: Constituição e Justiça (CCJ), Administração Pública e Comissão de Fiscalização Financeira e Orçamentária (FFO). Os outros dois blocos, independentes e oposição, vão presidir seis comissões cada um. As negociações para quem deve ocupar os diferentes cargos dos grupos ainda ocorrem nesta manhã.

Imprimir

Sobre o Autor

André Ribeiro

Designer do portal Últimas Notícias, especializado em ricas experiências de interação para a web. Tecnófilo por natureza e apaixonado por design gráfico. É graduado em Bacharelado em Sistemas de Informação pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais.

Auxílio-moradia para deputados de MG vai para o segundo turno

A tendência é que o projeto seja aprovado, já que recebeu o sim da maioria dos presentes em primeiro turno.

A tendência é que o projeto seja aprovado, já que recebeu o sim da maioria dos presentes em primeiro turno.

 

O Plenário da Assembleia Legislativa de Minas Gerais deve apreciar nesta terça-feira (10), em segundo turno, a resolução que retoma o auxílio-moradia para todos os deputados, inclusive os que têm casa em Belo Horizonte.

A resolução ainda concede verba indenizatória aos parlamentares licenciados para ocuparem cargo de secretário, caso optem pelo vencimento do Legislativo.

A tendência é que o projeto seja aprovado, já que recebeu o sim da maioria dos presentes na sessão de quinta-feira, em primeiro turno.

Também nesta terça deve ser lida em plenário a nova composição das comissões da Casa. Ontem, representantes dos três blocos, independentes, situação e oposição, se reuniram e em consenso dividiram as presidências dos grupos.

Como era esperado, a base de governo ficou com o maior número, ao todo nove. Entre elas as principais: Constituição e Justiça (CCJ), Administração Pública e Comissão de Fiscalização Financeira e Orçamentária (FFO). Os outros dois blocos, independentes e oposição, vão presidir seis comissões cada um. As negociações para quem deve ocupar os diferentes cargos dos grupos ainda ocorrem nesta manhã.

Redação do Jornal Nova Imprensa Hoje em Dia

Sobre o Autor

André Ribeiro

Designer do portal Últimas Notícias, especializado em ricas experiências de interação para a web. Tecnófilo por natureza e apaixonado por design gráfico. É graduado em Bacharelado em Sistemas de Informação pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais.

Deixe um comentário!

Atenção! Os comentários do portal Últimas Notícias são via Facebook, se deseja comentar esteja logado. Lembre-se que os comentários são de inteira responsabilidade dos autores e não representam a nossa opinião.

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!