Apesar do escândalo do uso irregular dos cartões corporativos por integrantes do governo federal, pesquisa CNT/Sensus divulgada nesta segunda-feira (18) informa que a avaliação positiva do governo Lula foi a melhor desde uma pesquisa realizada em janeiro de 2003. A aprovação do desempenho pessoal do presidente também foi a melhor desde dezembro de 2003.
Segundo os dados, a avaliação positiva do governo passou de 46,5% em outubro de 2007 para 52,7% em fevereiro de 2008. Em janeiro de 2003, esse índice foi de 56,6%. E a aprovação do desempenho pessoal do presidente passou de 61,2% para 66,8%. Em dezembro de 2003, esse índice foi de 69,9%.
?O episódio afeta [a imagem do presidente], mas não é determinante. A avaliação positiva é em função do desempenho da economia aliado aos programas sociais do governo?, disse o diretor do Instituto Sensus, Ricardo Guedes.
A avaliação negativa do governo ficou em 13,7%, contra 16,5% em outubro de 2007. Já desaprovação do desempenho pessoal de Lula ficou em 28,6%, contra 32,5%.

Imprimir
Comentários