Era para ser uma festa temática infantil com bolo de girafa, mas o desfecho não saiu com o planejado. Isso porque a avó que fez a encomenda não se ateve a um detalhe: a confeiteira escolhida para fazer a iguaria estava a 326 km de distância.

O caso aconteceu neste fim de semana em Mato Grosso do Sul. A avó, moradora de Três Lagoas, fez uma busca na internet, escolheu a confeiteira e fez a reserva do bolo. No entanto, no dia da festa, ao pedir o endereço, percebeu que a confeiteira morava em Campo Grande.

“Ela pesquisou o meu trabalho e, por ser o mesmo DDD, me ligou. Achou que eu também era de Três Lagoas. Só que quando eu mandei a localização, ela simplesmente ficou arrasada e desligou o telefone na minha cara”, recordou Ariane Sirugi de Souza Cunha, de 37 anos, em entrevista ao portal G1.

Para não sair no prejuízo, a confeiteira recorreu às redes sociais. Ela fez uma publicação e, por sorte, conseguiu vender o bolo três horas depois por R$ 190. Quanto a festinha, não se tem notícias se outro bolo compôs a mesa.

Fonte: O Tempo Online

 

 

 

 

 

 

 

Imprimir
Comentários