Por Lorene Pedrosa 

Quem vive ou possui imóvel no Balneário Furnastur passou a contar, recentemente, com um importante aliado na segurança do local: o sistema de vídeo-monitoramento, popularmente conhecido como “Olho Vivo”.

Adquirido com recursos da Associação dos Moradores e Amigos de Furnastur (Amafurnas), o sistema conta com um total de 28 câmeras de alta resolução e monitoramento via internet que funciona 24 horas por dia.

De acordo com a presidente da Amafurnas, Maria Elizabeth Gouvea, todas as estradas do balneário estão cobertas pelo sistema. Além disso, foram instaladas câmeras em pontos estratégicos e de maior concentração de frequentadores.

Outro ponto importante do sistema é o fato das câmeras instaladas possuírem infravermelho que facilitam a identificação de placas, pedestres e até de ocupantes de veículos em um raio superior a 30 metros durante a noite e até 200 metros durante o dia.

A instalação do sistema que foi sendo implantado gradativamente durante o ano de 2018 e finalizado em dezembro é considerada um passo muito importante para os moradores que se sentem mais seguros e protegidos em uma área que, apesar de considerada urbana, fica mais distante de regiões com maior policiamento em Formiga.

“Formiga de Olho”  

A implantação de um sistema de vídeo-monitoramento em vias estratégicas do município é um desejo antigo de muitos moradores e dos membros do Conselho de Segurança Pública (Consep) que acompanham os bons resultados em tempos de diminuição de crimes e identificação de suspeitos em cidades da região onde o programa “Olho Vivo” é uma realidade.

No mês de dezembro do ano passado, atendendo a uma solicitação do conselho que ficará a cargo da compra dos equipamentos e instalação do programa, parte das sobras do Legislativo devolvidas para o Executivo, em outubro, foram destinadas à implantação do sistema.

A passagem simbólica do cheque no valor de R$300 mil ao Consep ocorreu no dia 14 de dezembro, mas o repasse, de fato, ainda não ocorreu.

Na quarta-feira (6), o Última Notícias entrou em contato com a administração municipal para saber em que pé estavam as tratativas para a instalação do “Formiga de Olho”. Sem dar detalhes e datas, o chefe de Gabinete Alex Arouca explicou que o plano de ação para realizar o repasse dos R$300 mil ao Consep foi enviado para análise da Procuradoria e provavelmente será necessário fazer adequações e que, diante disso, será preciso aguardar.

IMPRIMIR