Belo Horizonte registrou nesta terça-feira (15) a tarde mais fria do ano. Os termômetros da capital não passaram dos 18,8°C, conforme o meteorologista do Instituto de Meteorologia ClimaTempo Ruibran dos Reis. Até então, a tarde mais fria na capital havia sido a do dia 2 de janeiro, quando a temperatura máxima foi de 20,8°C.
A estação é outono, mas as temperaturas baixas, típicas do inverno – que começa apenas em 20 de junho – vieram para ficar e vão cair ainda mais nos próximos dias, conforme a previsão meteorológica. Ainda assim, o frio recorde do ano no Estado – de 2,3°C, registrado em 2 de maio em Maria da Fé, no Sul – não deverá ser ultrapassado.
Amanhã vai chegar a Minas uma massa de ar polar. Teremos o fim de semana com temperaturas mínimas mais baixas e muita nebulosidade em todo o Estado, afirmou Ruibran dos Reis.
Nesta quarta, em Belo Horizonte – que registrou chuvas durante quase todo o dia de ontem – o termômetro não deverá ultrapassar os 20°C. Regiões Sul, Triângulo e Zona da Mata do Estado também terão temperaturas baixas.
O frio incrementa os negócios em estabelecimentos especializados na venda de caldos. É o caso do Bar do Nonô, na avenida Amazonas, no centro da capital mineira.
Segundo Crélio Corrêa, sócio e gerente, as vendas aumentam em até 30% com a baixa temperatura. Com o frio, Corrêa chega a vender 1.100 caldos diariamente, 300 a mais que nos dias quentes. O pico nos vendas acontece entre 17h e 21h.

Imprimir
Comentários