A capital mineira vive mais um dia de temporal com ventanias. A chuva forte aliado com os ventos fortes já trazem alguns transtornos para os moradores de Belo Horizonte.

Trechos estão com acúmulo de água e semáforos ficaram em flash em diferentes pontos da cidade, o que provocou lentidão. O teto da feira shopping no Bairro Preto, Região Centro-Sul, desabou. Árvores também caíram. O acumulo de água também fez vários córregos subirem rapidamente, tendo risco de inundação.

Segundo informou o Corpo de Bombeiros, houve um chamado para atendimento na feira shopping localizada na Avenida Augusto de Lima, no Barro Preto. De acordo com Flávia de Carvalho, diretora-geral da feira shopping, três peças do forro, que é de PVC, se soltaram, mas não atingiram ninguém. “Foi apenas um susto. O vento forte fez deslocar as três peças, que se soltaram. Houve pânico devido a queda de uma árvore em frente, que provocou o corte de energia”, explicou. Segundo ela, ninguém ficou ferido e o centro de compras teve que ser fechado devido a falta de energia elétrica

No cruzamento da Rua Mato Grosso esquina com Augusto de Lima, também no Barro Preto, uma árvore caiu e atingiu alguns veículos. Ainda não há informações sobre feridos.

A Defesa Civil de Belo Horizonte emitiu alertas de inundação. Um deles é na Regional Oeste. A água do córrego dos pintos e do Ribeirão Arrudas, subiram rapidamente. Com isso, os moradores devem evitar a avenida Tereza Cristina, os cruzamentos com a Avenida do Contorno, no Barro Preto, e a Avenida Francisco Sá, no Prado.

Outro ponto que requer atenção é nas proximidades do córrego do Leitão. O nível subiu rapidamente e provocou o risco de transbordamento. Por isso, os agentes pediram para evitar trafegar na Rua São Paulo, no cruzamento com a Avenida Bias Fortes, Alvaregna Peixoto, e Rua Bárbara Heliodora.

O temporal já estava previsto pelos especialistas. Mais cedo, o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) publicou aviso de possibilidade de chuva entre 20 e 30 mm/h ou até 50 mm/dia com ventos intensos, podendo atingir 60 Km/h.

Ações recomendadas

Em caso de rajadas de vento: (não se abrigue debaixo de árvores, pois há leve risco de queda e descargas elétricas e não estacione veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda).

Evite usar aparelhos eletrônicos ligados à tomada.
Obtenha mais informações junto à Defesa Civil (telefone 199) e ao Corpo de Bombeiros (telefone 193).

 

 

IMPRIMIR

Fonte:

Estado de Minas