À exceção do Anel Rodoviário, com registro na manhã desta quinta (1º) de quatro pontos de retenção, a expectativa de um feriado com pouco movimento nas estradas se confirma em Belo Horizonte, nesta Semana Santa em que a recomendação sanitária é se isolar em casa para evitar contaminação pelo coronavírus.

O movimento logo cedo foi pequeno nas principais rodovias que ligam Belo Horizonte ao interior e ao litoral. As retenções no Anel Rodoviário ocorrem nos gargalos de estreitamento de pistas que são ligações com os principais corredores da capital mineira e por pequenos acidentes, aglutinando os poucos veículos em viagem ou trabalho.

A retenção de maior extensão ocorreu nas proximidades com o trevo de acesso à BR-040, saída para Brasília, no Bairro Califórnia, Região Noroeste de BH. Além do estreitamento geométrico da pista, uma batida entre dois caminhões que provocou apenas danos materiais aos veículos de transporte contribuiu para deixar o tráfego lento.

O Anel Rodoviário também apresentou lentidão na subida do Bairro Olhos D’Água (Região do Barreiro), na ligação com a BR-040, sentido Rio de Janeiro, no trevo da Avenida Carlos Luz (Noroeste de BH) e nos acessos sobre o Viaduto São Francisco (Pampulha).

Com pontos em obras no trecho após Caeté, na Região Central de Minas Gerais, a BR-381, conhecida como Rodovia da Morte, apresentou fluidez na maioria de sua extensão, com uma pequena e costumeira retenção nas proximidades da Ponte do Rio das Velhas, em Sabará, na Grande BH.

Nesta quinta-feira (01/04), de 16 às 22h, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) restringiu o tráfego de veículos grande de carga nas estradas de pista única. Não podem trafegar caminhões e carretas ou suas combinações que excedam 2,6 metros de largura, 4,4 metros de altura, 19,8 metros de comprimento e 57 toneladas. Na sexta-feira (02/04), a mesma restrição ocorre de 6h às 12h, e no domingo, também de 16h às 22h, visando um possível retorno dos viajantes.

Desta quinta-feira (1º) às 23h59 do domingo (4) a Polícia Rodoviária Federal (PRF) realiza a Operação Semana Santa 2021 com “foco na diminuição de acidentes e reforço do efetivo em locais estratégicos, operação mobilizará ações em todas as regiões do Estado”. A estratégia, segundo a corporação, é lançar seu efetivo de cerca de 800 policiais nas estradas para policiamento ostensivo e preventivo.

Fonte: Estado de Minas

print
Comentários