Semanalmente, a Biblioteca Pública Municipal “Maria José Arantes”, de Córrego Fundo, promove atividades de contação de histórias e oficinas de arte para seus usuários. A atividade tem como objetivo estimular a leitura e desenvolver a criatividade das crianças e jovens.

Um das atividades foi relacionada à história “O sapo cururu”. A narrativa contada aos usuários traz a história de um sapo que admirava a beleza do lago e que, após beber água para matar a sede, não viu mais o reflexo da lua e achou que a havia engolido. “A história é surpreendente, cheia de fatos engraçados, valores de solidariedade e amizade”, explica a bibliotecária Wanessa Antunes de Carvalho.

O livro faz parte da conhecida coleção “Histórias que vovó contava” do autor Paulo Dias Fernandes. Após a contação de histórias, foi realizada uma oficina de arte para criação do personagem principal da história, o sapo Cururu. As crianças utilizaram material reciclado na confecção de um bilboquê.

(Foto: divulgação Secom/Córrego Fundo)

IMPRIMIR
Fonte:

Prefeitura de Córrego Fundo