A Igreja Católica está celebrando a Quaresma: tempo de meditação, reflexão e conversão, por isso a Biblioteca Municipal Dr. Sócrates Bezerra de Menezes está realizando a exposição ?O Homem de Nazaré?.
O objetivo da mostra é expor as obras que falam dos ensinamentos de Jesus Cristo como a Bíblia Sagrada.
A exposição foi montada na segunda-feira (23) e ficará exposta até o dia 26 de março, última quinta-feira da Quaresma, que antecede a Semana Santa.
A Quaresma que se inicia na Quarta-Feira de Cinzas e termina no Domingo de Ramos é o tempo litúrgico de conversão, que a Igreja Católica marca para que os fiéis se preparem para a grande festa da Páscoa. Por isso, a Quaresma é o tempo do perdão e da reconciliação fraterna. Tempo de repensar as atitudes, de se livrar de sentimentos ruins como o ódio, o rancor, a inveja, os zelos que se opõem ao amor a Deus e aos irmãos. Quaresma e tempo de aprender a conhecer e apreciar a Cruz de Jesus.
A duração da Quaresma está baseada no símbolo do número quarenta na Bíblia. Nesta, é falada dos quarenta dias do dilúvio, dos quarenta anos de peregrinação do povo judeu pelo deserto, dos quarenta dias e Moisés e de Elias na montanha, dos quarenta dias que Jesus passou no deserto antes de começar sua vida pública, dos 400 anos que durou o exílio dos judeus no Egito.
A prática da Quaresma data do século IV, quando se dá a tendência a constituí-la em tempo de penitência e de renovação para toda a Igreja, com a prática do jejum e da abstinência. Conservada com bastante vigor, ao menos em um princípio, nas Igrejas do oriente, a prática penitencial da Quaresma tem sido cada vez mais abrandada no ocidente, mas deve-se observar um espírito penitencial e de conversão.

Exposição ?Minerais e Rochas?
Para celebrar a doação feita pelo ex-secretário de Geologia, Mineração e Transformação Mineral do Ministério de Minas e Energia, Cláudio Scliar, a biblioteca pública montou a exposição ?Minerais e Rochas?.
A mostra consiste em uma coleção composta por livro, cartela e mostruário, que descreve com clareza a mineração no Brasil e no mundo. Um tema que é muito discutido e atualmente levanta muitas questões, visto que, é uma atividade que pode causar desequilíbrio na natureza.
A mostra ficará exposta na seção de empréstimo do órgão até o dia 26 de março.

print
Comentários