O acervo da Biblioteca Pública Municipal Maria José Arantes, de Córrego Fundo, está informatizado. O programa utilizado foi o software livre, denominado Biblivre, que atende e todas as necessidades de uma biblioteca pública.

De acordo com a bibliotecária Wanessa Antunes de Carvalho, o trabalho de catalogação do acervo no programa foi iniciado em janeiro de 2014 e concluído no início deste mês. Além do acervo estão cadastrados todos os usuários da biblioteca, constando dados pessoais do usuário e perfil literário.

No atual cenário mundial, onde os meios de comunicação e ferramentas tecnológicas têm conquistado cada vez mais a população, o acesso à informação precisa ser rápido e dinâmico, explicou Wanessa. “Pensando assim deu-se início o processo de automação do acervo da Biblioteca Pública Maria José Arantes”.

A Biblioteca Maria José Arantes é a primeira biblioteca de Córrego Fundo a ter seu acervo informatizado.

Biblivre

O projeto Biblivre, que é denominado de “Biblioteca Livre”, foi proposto em 2006 pela Sociedade de Amigos da Biblioteca Nacional (Sabin), com o objetivo principal de informatizar as bibliotecas e promover a inclusão digital dos cidadãos. A primeira versão do software foi disponibilizada para os usuários em maio de 2006, na própria página oficial do Biblivre na internet. Desde a sua primeira aparição o sistema vem sendo amplamente utilizado pelas bibliotecas que visam aumentar a acessibilidade dos usuários às novas.

“Através de um código o de barras que é verificado por uma leitora, o usuário e o livro são identificados, sendo assim o empréstimo mais rápido e seguro”, comentou a bibliotecária.

Biblioteca

Nas segundas, quartas e sextas-feiras, o horário de funcionamento da biblioteca é das 7h às 16h. Nas terças e quintas-feiras, é das 7h às 17h30.

 A Biblioteca Pública Municipal fica localizada na Rua Joaquim Gonçalves da Fonseca, nº 171, centro.

Redação do Jornal Nova Imprensa Assessoria Córrego Fundo

IMPRIMIR