A Bolívia vai eleger seu novo presidente no domingo, 3 de maio. O pleito acontecerá mais de seis meses após as polêmicas eleições que provocaram manifestações populares que resultaram na renúncia de Evo Morales e na posterior posse de Jeanine Áñez como presidente interina.

“[A eleição será] No primeiro domingo do mês de maio, até aí posso adiantar”, disse o vice-presidente do Tribunal Supremo Eleitoral (TSE), Oscar Hassenteufel, consultado sobre a data das eleições.

Em novembro, senadores e deputados aprovaram um projeto de lei para convocar novas eleições presidenciais para Bolívia. O projeto também anulou a votação de outubro, que foi cercada de denúncias de fraude, e que deu vitória ao então presidente Evo Morales.

 

Fonte: G1||
Imprimir
Comentários