Em virtude da grande quantidade de acidentes graves que vitimaram várias pessoas na BR-354, principalmente no trecho entre Formiga e Arcos, a Polícia Militar Rodoviária enviou ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) vários ofícios solicitando instalação de radares fixos em pontos mais críticos.

No ano passado, radares foram instalados na altura km 491, conhecido como ‘Curva da morte’.

De acordo com a Polícia Rodoviária, no final do ano, foi feito um estudo sobre a necessidade de melhorias na rodovia, que foi encaminhado ao BPRV/CPRV que acionou novamente o DNIT.

Nesse estudo ficou comprovado que outros três pontos da rodovia necessitavam de radares fixos devido ao elevado número de acidentes que vitimaram pessoas com ferimentos graves e fatais.

De acordo com a Polícia Rodoviária, foi instalado um novo radar na altura do km 478, local de maior número de acidentes na rodovia, conhecido como ‘Córrego das Almas’.

Com mais esse radar, a Polícia Rodoviária acredita que haverá uma significativa redução de acidentes e vítimas, preservando vidas.

Fonte: Polícia Militar Rodoviária

Imprimir
Comentários