O Brasil é o país da América Latina que mais vai crescer em 2010, segundo um estudo divulgado nesta quinta-feira pela Comissão Econômica para América Latina e Caribe (Cepal), braço da ONU para a região.
A Cepal projeta crescimento de 5,5% no PIB (Produto Interno Bruto) brasileiro em 2010. Para 2009, a projeção da comissão é de crescimento de 0,3% na economia brasileira.Segundo o Balanço Preliminar das Economias da América Latina e do Caribe, a região vai ser recuperar da crise internacional mais rápido do que o previsto há alguns meses e deverá crescer 4,1% em 2010.
Para 2009, a projeção é de contração de 1,8% – um pouco menor que a queda de 1,9% prevista anteriormente. O pior da crise ficou para trás. Os motores do crescimento já voltaram a funcionar, mas não se sabe quanto vai durar o combustível, diz a secretária-executiva da Cepal, Alicia Bárcena.
A Cepal afirma que, apesar das projeções positivas para a maioria dos países, não se pode garantir que a recuperação será sustentada, já que o cenário externo ainda gera incertezas e poderia afetar as expectativas de crescimento.
As projeções da Cepal indicam que a recuperação será maior na América do Sul e Central do que no Caribe. Além do Brasil, Peru e Uruguai também aparecem no topo da lista da comissão, ambos com projeção de crescimento de 5% em 2010.

Imprimir
Comentários