A seleção brasileira entrou na quadra do ginásio de Toyama nesta quinta-feira e mostrou o voleibol campeão de 21 títulos. Conquistas estas somente na Era Bernardinho. Atento e cheio de disposição, o Brasil derrotou a sensação da Copa do Mundo, Porto Rico, por 3 sets a 0, com parciais de 25/13, 25/21 e 25/17, e segue na zona de classificação para os Jogos Olímpicos de Pequim 2008.
A competição classifica as três primeiras seleções para as Olimpíadas. Além disso, o Brasil busca o bicampeonato. E nessa caminhada, a seleção enfrenta a Bulgária nesta sexta, às 4h05m (de Brasília). Transmissão da TV Globo e do SporTV.
A seleção brasileira entrou em quadra contra Porto Rico com a formação titular da Copa do Mundo. O técnico Bernardinho colocou para iniciar a partida o capitão Giba, Dante, Gustavo, Rodrigão, André Nascimento, Marcelinho e Serginho.

Seleção faz seu melhor set na Copa do Mundo
O Brasil começou muito atento no duelo contra Porto Rico e apresentou o voleibol campeão de diversos títulos. Foi o melhor set da seleção brasileira na Copa do Mundo. Usando todo o repertório, a equipe de Bernardinho não encontrou dificuldades. O bloqueio, comandado por Giba e Gustavo, esteve bem, amortecendo os ataques adversários. Dante, que até então não tinha ido bem nas partidas, soltou o braço e fez belos pontos. Marcelinho soube distribuir bem as bolas e foi a diferença no saque. André Nascimento foi outra boa opção. Líder das estatísticas, Serginho foi incrível na defesa e ajudou o Brasil a fechar em 25 a 13.
A vitória do Brasil no set inicial mexeu com Porto Rico, que voltou melhor na segunda parcial. O saque da seleção sofreu uma queda, que afetou o rendimento. Assim, Porto Rico abriu no placar. Dante, com boas cravadas, foi tirando a vantagem. Depois do segundo tempo técnico obrigatório, o bloqueio brasileiro anulou o atacante Soto, um dos destaques da equipe de Porto Rico. Sem render em quadra, o técnico Carlos Cardono optou por substituir o jogador. A mudança foi boa para a seleção brasileira, que ganhou mais confiança e deslanchou no fim do segundo set: 25 a 21

Brasil arrasador para chegar à vitória
A seleção brasileira voltou arrasadora no terceiro set. Impondo um forte ritmo de jogo, o Brasil abriu vantagem no placar logo início. Porto Rico tentou de várias maneiras frear os brasileiros. O técnico Cardona pediu tempo, susbtituiu jogadores, mas não era o dia dos porto-riquenhos. Marcelinho, muito bem na partida, apostou nas pontas para vencer a sensação da Copa do Mundo. Dante, inspirado, foi eficiente, assim como André Nascimento. Serginho foi, de novo, a segurança. Mais uma vez, Giba e Gustavo cresceram no bloqueio. Anderson e Bruninho entraram com o placar 23 a 15 e contribuiram para fechar em 25 a 17.

print
Comentários