A seleção brasileira assegurou nesta quarta-feira a primeira colocação do Grupo C do torneio olímpico de futebol masculino. Em Newcastle, no St. James Park, a equipe de Mano Menezes nem precisou forçar muito para derrotar a Nova Zelândia por 3 a 0. Agora, espera a definição do seu adversário nas quartas de final.
Com a vitória, o Brasil terminou a sua participação no Grupo C com nove pontos e 100% de aproveitamento. O seu próximo adversário será o segundo colocado do Grupo D. Esse compromisso da equipe vai ser disputado no próximo sábado, em Newcastle, às 13 horas (de Brasília). A outra vaga do grupo da seleção brasileira ficou com o Egito, que venceu a Bielo-Rússia por 3 a 1.
Classificado antecipadamente para as quartas de final da Olimpíada, o técnico Mano Menezes decidiu poupar alguns titulares diante da Nova Zelândia. Assim, promoveu a entrada do goleiro Gabriel, utilizou os laterais Danilo e Alex Sandro no meio-de-campo, além de ter escalado Lucas e Leandro Damião no setor ofensivo.
Mano poupou o goleiro Neto, o volante Rômulo, o meia Oscar e o atacante Hulk, que está pendurado com um cartão amarelo. Além disso, não teve à disposição o meia Paulo Henrique Ganso, contundido.
Com essas mexidas, o Brasil teve uma boa atuação ao aproveitar a fragilidade da Nova Zelândia. Além disso, jogou em velocidade para envolver o adversário, especialmente no primeiro tempo, em jogadas pelo lado esquerdo do campo, com Marcelo, Alex Sandro e Neymar. Leandro Damião foi bem na função de referência do ataque e deu trabalho aos marcadores neozelandeses.
Diante de um adversário fraco tecnicamente, o Brasil se impôs desde o começo e teve o controle da posse de bola. A equipe tentava articular jogadas em velocidade e teve sucesso aos 11 minutos, quando Lucas passou para Marcelo, que cruzou para Neymar. O atacante santista deu um voleio e a bola passou rente ao travessão neozelandês.
Com o jogo sob controle, o Brasil abriu o placar aos 22 minutos. Em jogada pelo meio, Danilo passou para Leandro Damião. O centroavante fez o pivô para Danilo, que tocou na saída do goleiro O´Keeffe para marcar.
Apesar do gol, o Brasil não diminuiu o ritmo e continuou envolvendo a seleção neozelandesa. E quase ampliou aos 24 minutos, quando Marcelo, em nova jogada de velocidade, cruzou pata Leandro Damião, que não conseguiu alcançar a bola.
O centroavante, porém, marcou o seu gol logo depois. Aos 28 minutos, em bela jogada, Marcelo tocou de letra para Alex Sandro, que passou para Leandro Damião, que empurrou para as redes.O panorama da partida não se alterou no segundo tempo, com o Brasil atuando em ritmo de treino. Mesmo assim, a equipe conseguia criar diversas oportunidades, mas sofria com as entradas duras dos defensores neozelandeses. E o terceiro gol saiu aos seis minutos, exatamente após uma falta. Na cobrança, Marcelo cruzou na área e Sandro completou para as redes.
O jogo seguiu em ritmo morno, mas o Brasil ainda criou oportunidades para ampliar o placar. Aos 16 minutos, em rápido contra-ataque, Lucas passou para Rafael, que cruzou para Neymar. O atacante, porém, desperdiçou a ótima oportunidade ao finalizar por cima do gol. Nova chance surgiu aos 22 minutos. Neymar tocou para Lucas na entrada da área. O são-paulino chutou colocado e a bola passou muito perto do ângulo esquerdo da meta neozelandesa.Em uma partida sem qualquer risco e controlada pelo Brasil, a equipe perdeu um jogador para seu próximo compromisso na Olimpíada. Aos 30 minutos, Alex Sandro foi expulso pelo árbitro, que lhe deu o segundo cartão amarelo por considerar que o jogador simulou um pênalti.
Depois desse vacilo, Mano, que já havia trocado Neymar por Alexandre Pato, fez mais duas mudanças no Brasil, com as entradas de Rômulo e Oscar. A equipe passou a tocar a bola na intermediária para administrar a vantagem e a liderança do Grupo C, assegurada com a terceira vitória na Olimpíada.

Imprimir
Comentários