O Impostômetro da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) vai alcançar a marca de R$ 1,5 trilhão, por volta das 10h50 desta sexta, informou a associação. A marca será atingida 17 dias antes da data em que o valor foi alcançado em 2014. O Impostômetro indica a soma dos impostos e contribuições pagos pela população brasileira ao longo do ano. Os economistas da ACSP e da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp) avaliam que uma das causas para a marca ser atingida mais rapidamente neste ano é o fato de que a carga tributária continua subindo mesmo com a recessão econômica do país.

A ACSP também apontou que um dos reflexos desta alta carga tributária pode ser visto nos preços dos produtos típicos do Dia das Crianças. O videogame, por exemplo, tem 72% do valor composto por tributos, segundo a associação. Outros produtos, como bicicleta e bola, têm quase 50% do valor em tributos.

A arrecadação deve manter recordes no ano que vem. Em dezembro, entre em vigor alíquotas mais altas de impostos federais sobre vários produtos, como bebidas e eletrônicos. Também em Minas, houve aumento de ICMS.

O Tempo Online

print
Comentários