Na reunião da Câmara Municipal desta segunda-feira (26), os vereadores aprovaram o projeto de lei 122/2009, que autoriza a abertura de crédito especial, concessão de contribuição para entidades de classe, no valor de R$20 mil.
O dinheiro será repassado à Associação Comercial, Industrial, de Serviços e Agronegócios de Formiga (Acif) que, juntamente com a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), irá preparar a Campanha de Natal deste ano. A Prefeitura também será parceira na divulgação, pois, além de repassar a verba, a criação da campanha ficará por conta da Secretaria Municipal de Comunicação.
De acordo com o secretário Túlio Fonseca, a criação da campanha está orçada em R$2 mil, a ideia é mostrar os diferenciais que Formiga apresenta. Já o dinheiro repassado pela Prefeitura para as entidade será usado na execução de campanhas publicitárias para fomentar o comércio no período do Natal. Além da divulgação, haverá a Rádio Natal e apresentações culturais.
O projeto de lei foi entregue na Câmara no dia 14 deste mês por representantes da Prefeitura, da Acif e da CDL. A aprovação do projeto ocorreu dento de 12 dias e foi unânime. Os vereadores parabenizaram o Executivo pela iniciativa e as entidades por se empenharem em incentivar e fomentar o comércio formiguense, que tem um grande potencial, inclusive atraindo consumidores de cidades da região. Os vereadores chegaram até mesmo a argumentar que a verba poderia ser maior e que a parceria deve ser mantida nos próximos anos.

Iluminação
Os serviços para a iluminação da cidade no período de Natal já começaram, os eletricistas estão fazendo as ligações elétricas para iniciar a instalação dos piscas-piscas. Primeiramente, será iluminada a área central do município. Segundo a secretária de Cultura, Maria Andrada, as luzes já estão compradas desde julho e devem ser gastos com a iluminação cerca de R$20 mil.
Além do centro de Formiga, outros pontos tradicionais devem ser iluminados, como o Terminal Rodoviário e as entradas da cidade. Serão colocados cerca de 15 mil metros de luzes nas árvores do centro, praças da Matriz São Vicente de Férrer e Ferreira Pires, além de outros locais estratégicos.
Como ressaltou a secretária, a Cemig não autoriza outros tipos de enfeites, como em postes, por exemplo, para evitar problemas com a rede elétrica. A Prefeitura, depois de estudar as possibilidades de decoração, descobriu várias restrições. Assim, a decoração se limita a ´luzinhas´. Mas a simplicidade faz as coisas ficarem muito bonitas. Se souber fazer simples e com bom gosto, a cidade pode ficar muito bonita, conclui Maria Andrada.

print
Comentários