As maiores cidades do Centro-Oeste tiveram saldo negativo para criação de emprego nos quatro primeiros meses deste ano.

A informação foi divulgada nesta semana, pela primeira vez neste ano, pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério da Economia.

Este foi o primeiro Caged divulgado no ano, que foi publicado em um novo formato, que não apresenta os números e desligamentos e aberturas por setores econômicos por município, apenas dados estaduais e nacionais.

Divinópolis

Em Divinópolis, o primeiro mês de 2020, fechou com menos 93 postos de trabalho. Em fevereiro, houve um salto e a cidade encerrou o mês com saldo positivo de 525 empregos gerados.

Em março, quando os estabelecimentos começaram a ser fechados por causa dos efeitos da crise da Covid-19, Divinópolis registrou 231 postos de trabalho.

Já no mês de abril, o município registrou 771 admissões e 2.232 demissões. Ou seja, um saldo negativo de 1.461. O maior de 2020.

Bom Despacho

De acordo com os dados do Caged, Bom Despacho finalizou o mês de janeiro com saldo positivo na geração de empregos com 38 novas contratações.

No mês de fevereiro o número foi ainda maior e o município registrou 74 novas contratações. Já em março, houve retrocesso devido aos agravos na economia causados pela pandemia, e o município fechou com menos 61 vagas de emprego. No mês de abril o número negativo quase que dobrou e o fechamento foi de menos 111 novos postos.

No mês de abril o Caged apontou que no município houve 173 admissões e 284 desligamentos.

Evolução mensal do saldo de empregos em Bom Despacho

JaneiroFevereiroMarçoAbril
3874-61-111

Fonte: Caged

Formiga

Formiga finalizou o mês de janeiro com 59 novas vagas de emprego ocupadas. No mês de fevereiro o número de geração de emprego foi ainda maior e o município teve 135 novas contratações.

No entanto, em março, quando as atividades econômicas foram afetadas pela Covid-19, o reflexo foi o fechamento de 122 postos de empregos. Em abril foram fechados ainda mais postos e o mês finalizou em queda com menos 284 postos d etrabalho.

No mês de abril o Caged apontou que no município houve 210 admissões e 494 desligamentos.

Evolução mensal do saldo de empregos em Formiga

JaneiroFevereiroMarçoAbril
59135-155-284

Fonte: Caged

Itaúna

Diferente de outras cidades que começaram a registrar queda na geração de empregos em março, por conta dos efeitos do novo coronavírus na economia, Itaúna começou o ano com saldo negativo.

O Caged apontou menos 97 postos de trabalho na cidade. Já em fevereiro o saldo foi positivo com a geração de 296 empregos. Nos dois meses seguintes o saldo voltou a ficar negativo com menos 50 postos de trabalho em março e menos 576 em abril.

No mês de abril o Caged apontou que no município houve 380 admissões e 956 desligamentos.

Evolução mensal do saldo de empregos em Itaúna

JaneiroFevereiroMarçoAbril
-97296-50-576

Fonte: Caged

Nova Serrana

O Caged apontou que Nova Serrana finalizou o mês de janeiro com 929 empregos gerados. No mês de fevereiro houve um salto e o município gerou 1.665 novos postos de trabalho. No entanto, em março, houve o fechamento de 2.130 postos de empregos e no mês de abril a situação alcançou um nível ainda pior, 3.800 postos de emprego foram fechados.

No mês de abril o Caged apontou que no município houve 178 admissões e 3.978 desligamentos

Evolução mensal do saldo de empregos em Nova Serrana

JaneiroFevereiroMarçoAbril
9291.665-2.130-3.800

Fonte: Caged

Pará de Minas

No município de Pará de Minas o mês de janeiro foi encerrado com 109 empregos gerados. Em fevereiro houve queda, mas o saldo ainda fechou positivo com 71 novos empregos.

Em março, quando as atividades econômicas foram afetadas pela Covid-19, o reflexo foi o fechamento de 30 postos de empregos e no mês de abril o fechamento foi negativo, de menos 489 postos de trabalho

No mês de abril o Caged apontou que no município houve 392 admissões e 881 desligamentos

Evolução mensal no saldo de empregos em Pará de Minas

JaneiroFevereiroMarçoAbril
10971-30-489

Fonte: Matéria do portal G1

Imprimir
Comentários