Impactante, é a palavra que define o vídeo postado pelo diretor do Saae, no último final de semana, sobre a quantidade de água armazenada em nossa barragem de captação, do rio Formiga.

A situação era uma tragédia anunciada e, achávamos que estávamos em risco iminente. Pois bem, já não estamos mais em risco, ou seja, já aconteceu e as coisas tendem a piorar, caso não tomemos medidas e apresentemos soluções urgentíssimas para minimizar os problemas.

Entendi o vídeo mencionado, como um grito de socorro, onde pude interpretar:

– “Por favor, me ajudem a administrar a situação, pois sozinho não darei conta de suprir a necessidade de cada um, deste bem que é essencial à nossa sobrevivência!”

 

Impressionante, é a mesma palavra que qualifica a falta de consciência, ignorância, estupidez e insensibilidade da população, que não ouve tal grito de socorro acima e que:

> transfere o problema apenas para o órgão público,

> que credita o problemas à falta de investimentos de governos anteriores e também atuais,

> que não enxerga, que a responsabilidade é do próprio ser humano, que após ter a terra terceirizada, não soube cuidar de suas nascentes, de seu meio ambiente, com explorações descabidas e desenfreadas em busca de dinheiro,

> que não economiza com racionalidade,

> que pelos adjetivos acima, recorre aos depósitos de materiais de construção para simplesmente adquire uma nova caixa d´agua, talvez com capacidade maior ainda, para somar-se à anterior, e que  não se preocupa se os seus vizinhos (irmãos), possuem da mesma disponibilidade.

Então eu vos pergunto:

> Será que tais pessoas são capazes de dormir com tranquilidade, sem se importarem que as suas caixas d´agua estejam pela metade, enquanto a de seus vizinhos (irmãos) estejam vazias?

> Será que se um destes seus vizinhos (irmãos), recorre à eles, ocasionalmente, lhes solicitando um balde d´agua, e eles estariam disponíveis a lhes atender?

> Será que os comerciantes, não irão tirar proveito da situação, para aumentarem seus lucros gananciosos, com a desgraça alheia?

> Será ainda que exista um imbecil maior, que culpará exclusivamente o São Pedro?

 

Pois é meus vizinhos (irmãos), a responsabilidade é minha, é sua e é nossa, portanto, sejamos coerentes com nossas ações,para ajudarmos a nós próprios e a toda comunidade envolvida.

Gostaria de lembrar-lhes um ditado Árabe que diz:

– “Quem planta tâmaras, não colhe tâmaras!”

Isso porque as tamareiras demoram simplesmente de 80 a 100 anos para produzirem frutos, logo, se alguém não as tivessem plantado antes, as gerações futuras, não as colheriam.

E para finalizar lhes deixo a Oração da Serenidade:

 

 “Concedei-me, Senhor, a serenidade necessária para aceitar as coisas que não podemos modificar, coragem para modificar aquelas que podemos e sabedoria bastante para distinguir umas das outras”.

IMPRIMIR