Atletas de futebol, futsal e FUT7 feminino de todo o país se uniram para arrecadar fundos e ajudar o país em meio a pandemia do coronavírus. A primeira meta era arrecadar R$5 mil e com isso, as primeiras camisas de jogadoras seriam sorteadas. Com o feito alcançado, uma camisa da Seleção Brasileira da Beatriz Zaneratto e uma do Corinthians, da Victória Albuquerque, serão sorteadas nas redes sociais.

Com as competições paralisadas justamente por causa da pandemia do coronavírus, as atletas se articularem por meio de redes sociais para realizarem a campanha, que teve inicio com a lateral Mariana Dantas, do Flamengo. Com isso, os clubes rapidamente se engajaram na campanha como explica a coordenadora do futebol feminino do Cruzeiro, Bárbara Fonseca.

“Vale a pena a gente ressaltar que é um engajamento de todo o movimento do futebol feminino, encabeçado pela ex-atleta do Cruzeiro, hoje do Flamengo, Mariana Dantas. Pegou a todos de surpresa, o que pareceu inicialmente uma brincadeira mostrou claramente como o futebol vem forte nessa união. União dentro da modalidade e em prol do próximo, mostra claramente o nosso censo de humanidade. A ideia que ela plantou inicialmente é uma doação para o SUS, a gente vai seguir essa ideia, ainda não está definido por uma questão jurídica de como doar um dinheiro ao governo, e talvez por causa da burocracia e também pela imediata execução do repasse desse valor, a gente tem que se preocupar com isso também. Talvez a gente opte por comparar insumos e distribuir de forma regionalizada à postos de saúde e a hospitais de referência ao combate a COVID-19”.



Até agora, 80 camisas de times do Brasil e do exterior foram doadas para a campanha, entre elas do Audax, Corinthians, Cruzeiro, Atlético-MG, Internacional e Seleção Brasileira. Uma delas, da Marta. “O Atlético ficou honrado em poder ajudar em uma causa nobre e humanitária. Estamos em uma crise mundial sem precedentes e, enquanto o futebol puder colaborar, o Atlético estará presente – contou Nina Abreu, coordenadora do futebol feminino do Atlético-MG.”

As camisas serão sorteadas a cada meta batida de arrecadação feita por meio de “vakinha virtual” (clique aqui) . Até o fim da tarde dessa terça-feira, 162 pessoas haviam doado.

Fonte: Globo Esporte MG

Imprimir
Comentários